Brasil

19 de abril de 2011 - 10h27

 Morre o professor da UPF João Carlos Tiburski


Claudio Tavares
Tiburski era filiado ao PCdoB desde 2006, quando teve sua filiação abonada pela então deputada Jussara Cony. Tiburski era filiado ao PCdoB desde 2006, quando teve sua filiação abonada pela então deputada Jussara Cony.
Tiba, como era conhecido entre amigos e estudantes, passou mal enquanto nadava na barragem do Capingui, no Clube Náutico, no município de Mato Castelhano. Ele tinha casa no clube e costumava passar os finais de semana no local com a família e amigos. Tiba gostava muito de pescar e era apaixonado pelo Capingui. Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Marau, que atendeu a ocorrência por volta de 17h, o professor resolveu nadar e depois de alguns minutos acenou para pessoas que estavam às margens, pois não passava bem. O professor foi retirado sem vida das águas do Capingui. Somente o exame de necropsia vai identificar as causas da morte. A notícia pegou a todos de surpresa no final da tarde de ontem. Imediatamente a notícia se espalhou pelas redes sociais. Alunos e ex-alunos do professor lamentaram o ocorrido.

“O Tiba, como é conhecido, é, na verdade, o maior contador de histórias que já conheci na vida”, escreveu a professora Roberta Scheibe, ex-aluna de Tiba e uma de suas grandes amigas, em uma reportagem que ela fez com o professor e que está publicada neste endereço eletrônico: http://santasaliencia.blogspot.com/2007/04/as-histrias-ldicas-e-lbricas-de-joo.html.

Na Faculdade de Artes e Comunicação era conhecido por sua irreverência. Gremista apaixonado criou o livro Crônicas Faquianas, publicação anual que reuniu as melhores crônicas de alunos e professores da FAC. Também foi responsável pelo Jornal A Vara, que literalmente era exposto em um cavalete na entrada do prédio da FAC. Esta experiência ele estava desenvolvendo junto ao Centro de Atendimento Socioeducativo (Case).

Jacaré

Se ele gostasse de alguém, ele chamava esta pessoa de Jacaré. E era assim que ele mesmo se chamada: de Jacaré. Tiba era formado em Letras, Jornalista e tinha Mestrado pela UFRGS. Trabalhou no Correio do Povo ao lado de grandes e ilustres figuras como o poeta Mário Quintana, Jaime Cobstein e Sérgio Capparelli. Tiburski era filiado ao PCdoB (Partido Comunista do Brasil) desde 2006 quando teve sua filiação abonada pela então deputada Jussara Cony. A morte prematura do professor Tiba deixa entristecido o jornalismo gaúcho, seus alunos, ex-alunos e amigos.

Fonte: Jornal O NACIONAL, com informações do Gabinete do Vereador Juliano Roso


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais