Abraham Weintraub deixará cargo de ministro da Educação

Para anunciar a saída, ele gravou um vídeo patético ao lado de Bolsonaro, uma saída parecida com a da atriz e Regina Duarte da Secretaria de Cultura. Com ambos sem máscaras, Weintraub pede um abraço ao presidente

(Foto: Reprodução)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixou o cargo nesta quinta-feira (18) desgastado após os ataques feitos ao STF (Supremo Tribunal Federal) chamando os ministros da corte de “vagabundos” e que os colocaria na prisão.

Para anunciar a saída, ele gravou um vídeo patético ao lado de Bolsonaro, uma saída parecida com a da atriz e Regina Duarte da Secretaria de Cultura. Com ambos sem máscaras, Weintraub pede um abraço ao presidente.

“Desta vez é verdade, estou saindo do MEC. Nos próximos dias passo o bastão para o ministro que vai ficar no meu lugar. Neste momento, não quero discutir os motivos da minha saída. Recebi o convite para ser o diretor de um banco e volto para o mesmo cargo, porém no Banco Mundial”, disse.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.