Deputados reafirmam compromisso com a democracia nos 32 anos da Constituição

Diante dos ataques do governo Bolsonaro à Carta Magna, deputados do PCdoB reforçam defesa dos direitos garantidos no texto de 1988.

Ilustração: Olavo Costa/Quanta Academia de Artes

Nesta segunda-feira (5), dia em que a Constituição Brasileira completou 32 anos da sua promulgação, deputados do PCdoB reafirmaram seu compromisso com a democracia, com luta pela manutenção dos direitos da população.

Ao falar sobre os ataques do governo Bolsonaro ao texto constitucional, a líder da legenda, deputada Perpétua Almeida (AC), lembrou Ulysses Guimarães, presidente da Assembleia Nacional Constituinte de 1988. “O governo de plantão tenta desmontá-la, mas é nosso dever defendê-la. Como diria Ulysses Guimarães: “A democracia nos fez livres, a Constituição Federal consolidou isso. Quem trai a Constituição Federal trai a nação””, destacou a parlamentar em sua conta no Twitter.

O vice-líder da bancada, deputado Márcio Jerry (MA) reforçou a defesa da Carta Magna. “Temos lutado muito, Dr. Ulysses, para manter preservada e aperfeiçoada a nossa Constituição Cidadã. Tem uma gente aí querendo rasgá-la, mas não permitiremos”, afirmou parlamentar.

Vice-líder da Minoria, a deputa Alice Portugal (BA) lembrou que este é mais um dia de defesa da democracia e de luta contra “este governo fascista”. “A Constituição Federal é um marco histórico da redemocratização brasileira, ela se consolidou como um pacto pela democracia, pela reafirmação da soberania e pelos direitos do povo. Mas ela nunca foi tão atacada como tem sido neste governo. Bolsonaro, que defende a volta da ditadura, ataca todos os dias a democracia. Hoje é mais um dia de luta e resistência contra este presidente fascista e em defesa de um país livre, democrático e soberano”, afirmou.

O deputado Daniel Almeida (BA) também enfatizou a defesa da democracia. “O aniversário da promulgação da Constituição Federal é uma data de grande importância para aqueles que acreditam na democracia e lutam para defendê-la. Hoje celebramos essa data com a nossa luta em defesa dos direitos do povo e de um Estado cada vez mais democrático”, destacou.

Já o deputado Orlando Silva (SP) afirmou que defender a Constituição “é compromisso de luta contra o retrocesso civilizatório representado pelo governo Bolsonaro. Democracia e direitos, já!”, disse.

Conhecida como Constituição Cidadã, o documento rege todo o atual ordenamento jurídico brasileiro, sendo a sétima constituição do país e o sexto texto desde o estabelecimento da República. Marco para os direitos dos cidadãos brasileiros por garantir liberdades civis e os deveres do Estado, é também o principal símbolo da redemocratização.

Em 5 de outubro de 1988, sua promulgação foi marcada pelo discurso de Ulysses Guimarães: “A Constituição pretende ser a voz, a letra, a vontade política da sociedade rumo à mudança. Que a promulgação seja nosso grito: Muda para vencer! Muda, Brasil!”

Fonte: PCdoB na Câmara

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *