“Depender da soja brasileira é endossar desmatamento”, diz Macron

“Somos coerentes com nossas ambições ecológicas. Lutamos para produzir soja na Europa”, disse o presidente francês em suas redes sociais.

O presidente francês, Emmanuel Macron, ao lado de Bolsonaro - Foto: Jacques Witt/AFP

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta terça-feira (12) em suas redes sociais que “continuar a depender da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”. “Somos coerentes com nossas ambições ecológicas. Lutamos para produzir soja na Europa”, acrescentou.

Em dezembro, o governo francês já havia anunciado um plano para redução da dependência da oleaginosa importada do Brasil. Na ocasião, a Veja noticiou que governo e setor agrícola se comprometeram a aumentar em 40% as áreas destinadas ao cultivo de plantas ricas em proteínas em apenas três anos, o que equivale a 400 mil hectares extra de terra para cultivo até 2023.

Macron tem criticado abertamente a política ambiental do governo Jair Bolsonaro desde 2019, quando se manifestou sobre as queimadas na Amazônia. Na ocasião, o chefe de Estado francês postou a foto de um incêndio na floresta disse que as queimadas eram uma “crise internacional”. Foi Macron quem levou o tema ao G7, grupo das sete maiores economias do mundo.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *