A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Fernando Nogueira da Costa

Professor titular do Instituto de Economia da Unicamp. Autor de “Capital e Dívida: Dinâmica do Sistema” e “Mercados e Planejadores Imperfeitos”.
Renda básica universal e gestão do dinheiro público

Quanto maior for a focalização do gasto público nos mais pobres, dada sua maior propensão ao consumo, aumentará mais o multiplicador do PIB.

Paradoxo brasileiro: baixar juro aumenta poupança

Um debate relevante pouco feito na mídia diz respeito à acumulação de reservas financeiras de trabalhadores intelectuais universitários para a manutenção do mesmo padrão de vida durante suas aposentadorias.

Financiamento em tempos de pandemia: impostos, dívida pública ou moeda

A pergunta-chave, fácil de ser feita e complexa para ser respondida, de maneira não leviana, é dirigida a economistas: por que não se emite moeda para pagar a renda básica universal?

Impostos, Títulos de Dívida Pública ou Moeda?

Quem recebeu a incumbência ou a tarefa de representar os habitantes do país, agindo em nome de todos, não pode deter o poder de emissão monetária em suas mãos sem controle social pelos demais representantes políticos.

Ponto de virada

Na “coronacrise”, sociedades reguladas por Capitalismo de Estado, como as asiáticas, ou Estados de Bem-Estar Social como as nórdicas, ou mesmo as herdeiras de Sistemas de Saúde Pública Universais, de origem socialdemocrata, como na Europa, parecem estar se saindo melhor.

Discurso extremista de esquerda

Antes de prosseguir na análise de típico discurso de “denúncia do capitalismo”, cabe analisar alguns fatos e dados para dimensionar o sistema financeiro nacional. É necessário verificar quem são seus participantes. São apenas “especuladores” ou “rentistas parasitas” como sugerem os críticos do socorro financeiro?