A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Bancários

Bancários fazem manifestações contra privatização e em defesa da Caixa

Manifestações na Bahia e em outras regiões do País denunciam a intenção do governo Bolsonaro de privatizar a área de loterias, seguros, cartões e previdência, além de entregar a gestão do FGTS à iniciativa privada

Márcio Jerry defende o Banco do Nordeste e o Consórcio Nordeste

No evento, Jerry lembrou que o PCdoB defende a tese de que cabe ao Estado combater as desigualdades

Stédile: Vender a Eletrobras é privatizar o rio São Francisco 

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), João Pedro Stédile, chamou atenção para o fato de que a privatização da Eletrobras traz embutida a privatização das águas de um dos mais importantes rios brasileiros. “A venda da Eletrobras prevê a venda do rio São Francisco”, alertou Stédile, no sábado (3), em participação em painel sobre soberania nacional na 21ª Conferência Nacional dos Bancários, em São Paulo.

Bancários cearenses realizam ato contra a Privatização da Caixa

“Não tem sentido privatizar a Caixa”. Esse foi o mote do Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) no ato em defesa da Caixa 100% Pública, realizado na última quinta-feira (25), na agência Caixa Iracema, no centro de Fortaleza. Na ocasião, deram um abraço simbólico na agência, os empregados daquela unidade e os dirigentes sindicais, com apoio de populares.

Sindicato dos Bancários realiza ato sobre futuro dos Bancos Públicos

O Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) realizou, na última terça-feira (23), debate sobre o “Futuro dos Bancos Públicos”, reunindo entidades representativas dos funcionários e diversos trabalhadores no Centro Administrativo do Passaré.

BNB: Sindicato debaterá futuro dos Bancos Públicos

O Sindicato dos Bancários do Ceará realizará na próxima terça-feira (23), debate com o tema “Futuro dos Bancos Públicos”, destinado aos funcionários do Banco do Nordeste do Brasil. O debate segue programação elaborada pelo Sindicato que já contemplou com a realização de eventos similares com a categoria que integra os quadros da Caixa Econômica e do Banco do Brasil.

Reajuste dos bancários injetará R$ 10 bi na economia

 De acordo com o levantamento feito pela Confederação Nscional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), o acordo salarial firmado no final de agosto entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e a categoria, que garantiu reajuste salarial de 5% – reposição integral da inflação e aumento real estimado em 1,18% – terá impacto positivo de aproximadamente R$ 10 bilhões na economia brasileira até o final deste ano.

Bancários do Ceará aprovam propostas da Fenaban e de bancos públicos

Reunidos em assembleia na noite da última quarta-feira (29), os bancários do Ceará deliberaram pela aceitação das propostas da Fenaban e dos bancos públicos (Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco do Nordeste).

 Assembleias em todo país avaliam proposta dos bancos nesta quarta (29)

Os bancários de todo o país devem comparecer às assembleias nesta quarta-feira, 29 de agosto, para avaliar a proposta de acordo apresentada pela Federação Nacional dos Bancos no último sábado (25). A orientação do Comando dos Bancários é pela aprovação da proposta. "Foi garantida uma boa proposta diante do cenário de ataques aos direitos dos trabalhadores no Brasil", afirmou  Hermelino Neto, presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe.

Unidade e estratégia dos bancários garantiram reajuste e direitos

Bancários de todo o Brasil realizam assembleias nesta quarta-feira (29) com objetivo de avaliar a proposta de renovação da convenção coletiva nacional de trabalho. O Comando Nacional dos Bancários obteve no fim de semana proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que prevê aumento salarial de 5% com impacto em todas as verbas e na participação nos lucros ou resultados (PLR).

Por Paulo Donizetti de Souza

Organização e luta: Bancários impõem derrota à reforma trabalhista

Nesta quarta-feira (29) serão realizadas assembleias com bancários de todo o país para votação da proposta final da mesa de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Pressão dos bancários nas negociações e paralisações nas agências, garantiram renovação da Convenção Coletiva e 5% de aumento. A orientação do Comando é que os trabalhadores aprovem a proposta.

Por Railídia Carvalho

Bancários enfrentam reforma trabalhista e garantem aumento e direitos

Em meio a uma das conjunturas mais difíceis para a classe trabalhadora brasileira, com uma reforma trabalhista que precariza as condições de trabalho e ataca a organização sindical, os bancários e bancárias garantiram uma proposta de acordo válida por dois anos, com a manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e reajuste de 5% em 2018 – aumento real de 1,18%, além da reposição total da inflação (INPC) mais 1% de aumento real para salários e demais verbas em 2019.

1 2 3 4 52