A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Cesta básica

Custo da cesta básica aumenta nas 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

Altas mais expressivas ocorreram em Campo Grande e Porto Alegre

Valor da cesta básica sobe em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

As altas mais expressivas ocorreram em Brasília (6,36%), Aracaju (6,23%), João Pessoa (5,45%), Fortaleza (4,89%) e Goiânia (4,63%)

Salário precisaria ser 5 vezes maior para pagar despesas básicas

Valor vai se distanciando do ideal, desde que Bolsonaro acabou com a política de valorização do salário mínimo implantada pelo governo Lula.

Desigualdade da inflação: os mais pobres são mais atingidos

Retire os preços do gás e do supermercado, então a diferença de inflação é reduzida significativamente.

Cesta básica já responde por 67% do salário mínimo

Preços dos alimentos básicos, principalmente os que são commodities, seguiram elevados em 2021

Sob governo Bolsonaro, cesta básica aumenta em todas as capitais

Quando assumiu a Presidência, o valor da cesta básica correspondia a 46,59% do salário mínimo e um trabalhador de São Paulo precisava de um total de 102h50 para adquirir os alimentos básicos para a sobrevivência de um adulto. Três anos depois, a cesta já custa o equivalente a 59,52% e a sua aquisição demanda uma jornada de trabalho de 128h20, ou seja, de 25h30 a mais.

Salário mínimo de 2022 poderá comprar menos de duas cestas básicas

A projeção do Dieese é que o custo mensal para um adulto se alimentar ficará em torno de R$ 700 na capital paulista em janeiro, segundo informa a BBC News Brasil.

Como a Petrobras a serviço dos especuladores ajuda a colocar o Brasil no mapa da fome

Um dos principais gatilhos do aumento dos preços dos alimentos, possivelmente o maior, é o aumento exagerado dos preços dos derivados de petróleo

Fome: 26% das crianças de 2 a 9 anos no Brasil não fazem três refeições por dia

Dados do Ministério da Saúde divulgados pela TV Globo mostram que o problema da fome é pior em 2021 do que em 2015

#Bolsocaro: caos econômico causado por Bolsonaro faz hashtag explodir

Revista Fórum informa que políticos e influenciadores postaram vídeo, assinado pela liderança da Minoria na Câmara, que mostra alta do dólar, aumento dos combustíveis e alimentos e outros aspectos trágicos do governo Bolsonaro.

Salário mínimo deveria ser de R$ 5.518,79, diz Dieese

Cálculo do mínimo ideal é feito com base no custo da cesta básica mais cara do país, entre as 17 capitais pesquisadas pelo Dieese. A cesta mais alta, de Florianópolis, alcançou R$ 700,69.

Fome: No Governo Bolsonaro, comida custa 25 horas a mais de trabalho por mês

Segundo levantamento realizado pelo Dieese para o Portal Vermelho, no início do Governo Bolsonaro, o custo da alimentação de um trabalhador estava em R$ 467,65 enquanto o salário mínimo foi fixado em R$ 998,00. Ou seja, era suficiente para comprar 2,1 cestas. Em setembro de 2021, a cesta já chegava a R$ 673,45 para um salário de R$ 1.100,00, conseguindo o mínimo adquirir 1,6 cesta.

1 2 3 7