A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Cesta básica

Famílias com auxílio perdem 79% do poder de compra da cesta básica

Estudo da USP aponta que auxílio deveria ser de pelo menos R$ 701,66 para cobrir o custo do item essencial. Sob Bolsonaro e Guedes, inflação e cortes no benefício dizimaram renda dos mais vulneráveis.

Dieese: cesta básica sobe em 13 das 17 capitais pesquisadas

Cesta mais cara é a de Porto Alegre, que custa R$ 664,67

Preço da cesta básica sobe na maioria das capitais no 1º semestre

Segundo o Dieese, o salário mínimo necessário para as despesas com alimentos básicos deveria ser R$ 5.421,84. Ou 4,93 vezes o piso nacional.

Auxílio de R$ 150 permite a uma pessoa se alimentar por sete dias

Inflação generalizada diminui poder de compra já limitado do auxílio emergencial de Paulo Guedes e Jair Bolsonaro.

Cesta básica acumula alta de 14,39% em 12 meses e arrocha os salários

Combinado com a evolução das negociações salariais, que em geral não repõem sequer o INPC, a carestia impõem um crescente arrocho dos salários

Salário mínimo necessário em maio foi R$ 5.351

O valor corresponde a 4,86 vezes o salário mínimo vigente, de R$ 1,1 mil. Em abril, montante necessário à sobrevivência de uma família foi R$ 5.330,69.

Custo da cesta básica sobe em 14 capitais e chega a R$ 636,96

Na maioria das capitais pesquisadas, subiram os preços do açúcar, óleo de soja, carne bovina, café em pó, pão francês, leite integral e manteiga.

Salário mínimo necessário foi R$ 5.330,69 em abril

O cálculo é feito pelo Dieese com base na cesta básica mais cara do país, levando em consideração uma família de quatro pessoas.

Cesta básica sobe em 15 capitais em abril

Itens como carne, óleo, manteiga, feijão e tomate subiram na maioria das capitais pesquisadas. Só a banana teve queda disseminada de preços em relação a março.

Custo da cesta básica aumenta em 15 capitais em abril

Florianópolis lidera ranking no custo de kit básico de alimentação

Classe média é mais atingida pela inflação em março, diz Ipea

Alta dos preços segue pressionada pelo aumento do segmento de transportes, impulsionado pelo reajuste de 11,2% dos combustíveis

Alimentos dão trégua, mas cesta básica continua cara em março

Os itens da cesta básica continuam custando mais de R$ 600 em quatro capitais e em sete, custam mais de R$ 500. Salário mínimo necessário ficou em R$ 5.315,74, segundo Dieese

1 2 3 6