A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Copom

PIB cai, inflação cresce; projeção do BC desmente Paulo Guedes

Mais uma vez, o Boletim Focus projeta alta da inflação e queda da economia. “Prévia do PIB” do BC já aponta para recessão técnica, enquanto “posto Ipiranga” fala em crescimento

Miguel Torres: Aumento da taxa básica de juros é “grave erro”

“Com esta decisão equivocada, o Banco Central prejudica ainda mais a já fragilizada economia do nosso país e só beneficia banqueiros e especuladores”, criticou, em nota, o presidente da Força Sindical.

Aumento da Selic é excessivo e compromete recuperação econômica, avalia CNI

Atividade econômica já demonstra sinais de enfraquecimento como resultado, em parte, das últimas decisões do Copom de aumentar a taxa básica de juros da economia, avalia a entidade.

Copom eleva juros ao maior nível para 7,75% ao ano

Após crise na equipe econômica por discordâncias com quebra no teto de gastos, Guedes pressionou o Banco Central “autônomo” a aumentar juros para agradar o mercado.

População sofre com austericídio de Paulo Guedes e alta dos juros

Segundo cálculos do doutor em economia Paulo Kliass, uma elevação na Selic como a da última reunião do Copom, de 5,25% a.a. para 6,25% a.a., um ponto percentual, significa uma despesa de R$ 54 bilhões a mais em um ano para o governo.

Futuro da inflação preocupa e afeta a todos, mas o pobre come menos

Rafael Paschoarelli explica a crise no cenário macroeconômico do Brasil, que atinge principalmente as camadas mais pobres ao reduzir seu poder de compra

A falácia da Selic como instrumento eficaz no combate à inflação

Ao encarecer investimentos e comprometer ainda mais a renda dos pobres, o aumento de juros pode reduzir as chances de retomada do crescimento.

BC ameaça acelerar alta de juros, como única medida anti-inflacionária

Enquanto bancos celebram lucros astronômicos, em meio à pandemia, setor produtivo, comercial e consumidor mergulham em recessão, sem que isso afete a inflação.

Entidades industriais desconfiam de elevação da taxa de juros

Taxa básica de juros passou de 3,5% para 4,25% ao ano, o que deve desestimular produção, consumo, emprego e renda, para controlar a inflação.

Copom indica nova elevação da Selic, que pode chegar a 4,25% ao ano

Em sua última reunião, realizada em 4 e 5 de maio, o comitê aumentou a taxa básica em 0,75 ponto percentual, levando-a ao patamar de 3,5% ao ano.

Entidades da indústria criticam aumento de juros

Para CNI e Fiesp, alta da Selic atrasa recuperação econômica

Copom eleva taxa básica de juros para 3,5% ao ano

O aumento de 0,75 ponto percentual ficou dentro do previsto pelo mercado financeiro. Analistas projetam juros em 5,5% ao ano até o fim de 2021.

1 2 3 11