Dólar volta a fechar a R$ 4,32 e chega a R$ 4,34 na máxima

Mercado avalia riscos de recuperação mais lenta da economia

Dólar bate novo recorde

O dólar fechou em alta nesta terça-feira (11) e renovou recorde pelo segundo dia consecutivo, com o mercado avaliando riscos de uma recuperação mais lenta da economia em um cenário de juros baixos, o que prejudica a atratividade do real como investimento.

Os investidores repercutiram discurso do presidente do banco central dos Estados Unidos (Fed), a ata do Comitê de Política Monetária (Copom) e também os sinais de impacto reduzido do coronavírus sobre a economia da China.

A moeda norte-americana encerrou a sessão vendida a R$ 4,3269, em alta de 0,10%. Na máxima, chegou a R$ 4,3408, também o maior patamar nominal já registrado durante as negociações. Na mínima, a cotação marcou R$ 4,2974.

Fonte: G1