Bolsonaro entrega Educação a um ministro sem experiência na área

O novo ministro Decotelli é um oficial da Marinha, com formação na área de economia e sem experiência em educação.

Depois de Weintraub, Bolsonaro entrega a educação à Decotelli

O governo Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (25) o nome de Carlos Alberto Decotelli como novo ministro da Educação no lugar de Abraham Weintraub, considerado o pior gestor da pasta em todos os tempos. O novo ministro, que é economista e oficial da reserva da Marinha, teve uma curta passagem pelo FNDE (Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação).

Para o presidente UNE (União Nacional dos Estudantes), Iago Montalvão, falta ao novo ministro alguma experiência como gestor na área educacional.

“O novo Ministro da Educação não tem praticamente nenhuma experiência ou proximidade com a educação, a não ser ter sido presidente do FNDE há alguns meses atrás, em que é acusado de ter gastos abusivos com viagens”, criticou Montalvão. “Bolsonaro entrega o MEC ao mercado financeiro”, enfatizou o líder estudantil.

A presidenta da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), Flávia Calé, diz que a trajetória do novo ministro é uma preocupação.

“Seu histórico vinculado aos estudos de finanças e participação no mesmo círculo de Paulo Guedes, não pode levá-lo a obedecer à lógica de mercado em detrimento do projeto de educação que valorize seu caráter público”, disse Calé.

No Twiter, a Ubes (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) apontou que não se pode esperar muita coisa.

“Decotelli comandou o FNDE de fevereiro de 2019 até agosto do ano passado. Ele tem o apoio na ala militar do governo, principalmente de almirantes”, lembrou a entidade.

Um nome da economia

Segundo o portal G1, o oficial da Reserva da Marinha, Carlos Alberto Decotelli tem formação acadêmica em economia. Sua parca experiencia como gestor na área de educação foi como presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), onde ficou apenas seis meses e depois foi deslocado para a Secretaria de Modalidades Especializadas do Ministério da Educação

Fiel à sua formação, integrou a equipe que criou um curso de pós-graduação em finanças na PUC-RS, da qual o ex-ministro Sergio Moro também fazia parte; e que criou os cursos MBA Finanças no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Decotelli deu aulas na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e atuou como professor de Gestão Financeira Corporativa em Wall Street, no New York Institute Of Finance.

Com informações das redes sociais e do G1

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *