Jandira: Eleição da Câmara pode derrotar Bolsonaro politicamente

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) defendeu a eleição de Baleia Rossi (MDB-SP) para a Presidência da Câmara dos Deputados como uma forma de derrotar politicamente Bolsonaro.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ)quer Baleia Rossi (MDB-SP) para a Presidência da Câmara dos Deputados.

Os candidatos de Bolsonaro à presidência da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL) e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) podem dificultar a resistência da oposição aos projetos do governo. Por isso, as forças progressistas do parlamento defendem a eleição do candidato que garante a atuação democrática da esquerda e das minorias no Congresso.

Para Jandira, Bolsonaro já demonstrou que um risco à sociedade brasileira ao atingir o coração do Congresso Nacional que é sua autonomia legislativa. desta forma, ela defende que a eleição para a Mesa da Câmara dos Deputados é uma disputa decisiva para os destinos do País.

“Bolsonaro é um risco à democracia, um apoiador da tortura. Bolsonaro é responsável pela morte de milhares de brasileiras e brasileiros, nesta pandemia, e mortos pela fome e pelo desemprego. Bolsonaro nega a ciência e precisa ser derrotado politicamente”, diz a deputada, fazendo referência a inúmeras manifestações do presidente atacando as instituições democráticas, as medidas sanitárias para combate à pandemia, dificultando que os trabalhadores de menor renda pudessem se proteger da covid-19 e desacreditando jornalistas e cientistas que buscaram informar a população sobre as consequências de não impedir a circulação do vírus. 

“Esta é a batalha que se avizinha no parlamento brasileiro. Nós vamos eleger, daqui a pouco, na próxima segunda, a mesa da Câmara dos Deputados, e essa batalha é decisiva para o futuro da sociedade e do parlamento brasileiro”, alertou. Os presidentes das duas casas no Congresso Nacional podem decidir as prioridades de votação parlamentar, assim como eleger a mesa diretora que vai coordenar as votações, podendo ou não favorecer projetos do Poder Executivo, conforme a urgência dos temas. 

Por isso, a deputada considera importante que a mesa diretora não seja subordinada ao presidente Bolsonaro, para ter a capacidade de decidir o que é melhor para a sociedade sem estar submetido a pressões do Palácio do Planalto. “O Parlamento precisa de total independência e atuar sem amarras para enfrentar a política genocida do governo, e, ao mesmo tempo, aprovar projetos e agendas a favor do avanço da sociedade”, disse ela. Foi devido a essa autonomia do Congresso que foi possível aprovar inúmeras medidas de proteção ao trabalhador, como o Auxílio Emergencial, a Lei Aldir Blanc, além de garantir que governos locais tivessem autonomia e recursos para combater a pandemia por meio de medidas sanitárias recomendadas pela ciência.

Jandira concluiu mostrando que o eleitor tem um papel a cumprir nesse processo, exigindo de seu parlamentar eleito que vote para derrotar Bolsonaro. “Por isso, nós precisamos eleger o candidato da frente democrática, da frente ampla, que é Baleia Rossi (MDB-SP). Essa é a forma de derrotar Bolsonaro nesta batalha. Por isso, a sociedade precisa se envolver e fazer pressão para que seu deputado se posicione a favor da democracia e da vida. Vamos juntos, no próximo primeiro de fevereiro. Baleia Rossi para a Presidência da Câmara dos Deputados, do MDB e da frente ampla”, enfatizou.

Veja a declaração da deputada:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *