A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: crescimento econômico

BC: Brasil fechará 2011 com 4% de crescimento e 5,8% de inflação

O Banco Central (BC) manteve a estimativa de crescimento da economia neste ano. A previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) — soma de todos os bens e serviços produzidos no país — permanece em 4%, segundo o Relatório Trimestral de Inflação, divulgado nesta quarta-feira (29).

Estimativa de crescimento da economia em 2011 e 2012 é mantida

Analistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) reforçaram as projeções de crescimento da economia. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) — soma de todas as riquezas produzidas no país — foi mantida em 3,96%, neste ano, e em 4,10%, em 2012.

Piauí foi o 3º estado que mais cresceu

Com aumento do PIB em 42%, Piauí foi o terceiro estado que mais cresceu na última década

Brasil é o 1º entre as economias emergentes no varejo global

O Brasil saltou do quinto para o primeiro lugar entre as economias emergentes em expansão no varejo global, afirmou nesta segunda-feira (6) um estudo divulgado pela consultoria A.T. Kearney. O Índice de Desenvolvimento de Varejo Global (GRDI, em inglês) mostrou que o país passou da quinta posição em 2010 para a primeira neste ano.

Projeção de crescimento da economia em 2012 tem leve queda

Analistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) reduziram a projeção para o crescimento da economia – Produto Interno Bruto (PIB) – em 2012 de 4,20% para 4,10%. Para este ano, a estimativa permanece em 4%.

BNDES prevê investimento de 23% do PIB nos próximos quatro anos

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta segunda-feira (30) que o país deverá investir ao longo dos próximos quatro anos R$ 3,2 trilhões, chegando ao final deste período com investimentos próximos de 23% do Produto Interno Bruto (PIB).

Mantega: Crescimento menor da economia se dá "sem bolhas"

Antes mesmo da divulgação do resultado do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre do ano, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o crescimento da economia brasileira já está em torno de 4,5%, que considerou ideal para a situação atual do país. A afirmação foi feita nesta quinta-feira (26), na conferência do Ministério da Fazenda e do Fundo Monetário Internacional (FMI), no Rio de Janeiro, sobre o impacto dos fluxos de capitais nas economias emergentes.

Estimativa de crescimento da economia em 2012 tem leve queda

Analistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) ajustaram a projeção para o crescimento da economia – Produto Interno Bruto (PIB) – de 4,21% para 4,20%, em 2012. Para este ano, a estimativa permanece em 4%.

CNPq faz 60 anos pensando em crescimento ao formar cientistas

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) comemora nesta quarta (27) 60 anos de fundação, tendo como perspectiva a necessidade de atender à demanda de crescimento econômico ao apoiar e fomentar a formação de cientistas, técnicos e, especialmente, engenheiros.

Quem quer inflação (e juros) é o “mercado”

Inflação e taxa de juros – assuntos recheados de mitos. Por isso o Vermelho Capixaba reproduz artigo do Blog Conversa Afiada do Jornalista Paulo Henrique Amorim, repercutindo matéria do Blog Tijolaço de Brizola Neto, que tenta desvendar o que há por traz dessa "histeria" que a Mídia colonizada vem criando sobre esse tema.

PIB cearense cresce 7,9% em 2010 e supera média nacional

O Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará em 2010 – a preços de mercado – cresceu 7,9%, superando, mais uma vez, a média nacional, que foi de 7,5%. Em valores correntes, o PIB cearense no ano passado totalizou R$ 74,94 bilhões, representando um crescimento da ordem de R$ 10 bilhões quando comparado com o ano de 2009. Os dados constam do IPECE/Informe (nº 02, março de 2011), que tem como título “Estimativa do PIB cearense em 2010 e seu desempenho setorial”.

Ipea avalia “apagão” de mão de obra no Brasil

Publicação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) – o Boletim Radar No 12 – lançado nesta terça-feira (15), em Brasília, avalia o “apagão” de mão de obra no Brasil nesse período de crescimento econômico e aponta as soluções para o problema. O estudo toma como base a demanda por engenheiros e profissionais afins no mercado de trabalho e a projeção da oferta desses profissionais em 2020 porque a carência nessa área é tida como “muito crítica”.

1 34 35 36 37