A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: estados unidos eua,

Sete chaves para entender a política dos EUA para a América Latina 

Nas eleições à sucessão do presidente Donald Trump à Casa Branca em 2020, a América Latina é e será tema de campanha. A questão migratória, a guerra contra Venezuela e o aumento da pressão sobre Cuba são protagonistas nos discursos de campanha de Trump, principalmente em espaços onde o voto latino pode predominar.

Por Silvina Romano, Arantxa Tirado, Aníbal García Fernández e Tamara Lajtman (Celag) | Tradução: Marianna Braghini (Revista Opera)

Cem anos depois, o massacre da “Wall Street Negra” está em pauta 

Foi um dos piores capítulos na longa história de violência racial nos Estados Unidos – mas até pouco tempo atrás muitos americanos nunca tinham ouvido falar do massacre que ocorreu em 1921 na cidade de Tulsa, no estado de Oklahoma. Em 31 de maio daquele ano, uma multidão de pessoas brancas invadiu e destruiu o distrito de Greenwood, que na época era uma das comunidades negras mais prósperas do país, apelidada de "Wall Street Negra".

Paul Krugman: Aí vem a queda de Trump 

Quando não está delirando sobre como o Estado profundo conspira contra ele, Donald Trump gosta de se vangloriar sobre a economia, afirmando que conseguiu coisas sem precedentes. Entretanto, nenhuma de suas afirmações é verdadeira. Apesar de o PIB e o emprego terem registrado um crescimento sólido, a economia de Trump simplesmente parece ter continuado uma longa expansão que começou sob Barack Obama.

Por Paul Krugman*

Senado deve livrar Trump do impeachment, mas reeleição vira incógnita

A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, anunciou, na terça-feira (24), a abertura de um processo de impeachment contra o presidente Donald Trump. Apesar do impacto da notícia, o processo não é simples – e nem fácil –, mas deverá agitar bastante os meios políticos e os mercados nos próximos meses. O assunto já se estende desde o ano passado. Só que, como havia poucos argumentos e provas contra o presidente, os democratas não queriam seguir em frente com um pedido formal.

Afinal, qual democrata vai enfrentar Donald Trump? 

O Partido Democrata americano está numa sinuca. Seus três principais candidatos a desafiar o presidente Donald Trump nas eleições de 2020 têm vulnerabilidades eleitorais. E nenhum candidato alternativo se destacou até agora. Ainda há tempo para isso acontecer, mas essa janela está se fechando. Após três desistências, 20 pré-candidatos, um recorde, ainda estão na disputa para liderar a chapa democrata na eleição presidencial do ano que vem.

Por Humberto Saccomandi*

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Um resumo diário das principais notícias internacionais.

Nos EUA, os conservadores agem contra a democracia

Desde a década de 1930, o movimento conservador moderno tenta restringir o governo da maioria – porque sabe que um movimento democrático de massas é uma ameaça a seu poder.

Por Miles Culpepper*

“Lula é o principal preso político do mundo”, diz Noam Chomsky 

Aos 90 anos, Noam Chomsky, o pensador dissidente mais longevo do Ocidente, analisa as novas armas do imperialismo usadas contra Venezuela, Cuba, Irã e Brasil. Em entrevista ao Jacobin Brasil, o intelectual marxista compara Bolsonaro a Mussolini ao recordar da célebre frase escrita por Karl Marx em 18 Brumário.

América Latina: A direita no poder não resolve os problemas 

Na América Latina a direita chegou ao poder. Mas suas conquistas empalidecem em comparação com a “maré cor de rosa”, sem uma visão convincente de como lidar com os desafios da região.

Por Alexander Main*

Paul Krugman: Por que as ideias econômicas de Trump fracassaram? 

Donald Trump seguiu duas políticas econômicas principais. Quanto aos impostos, ele foi um republicano ortodoxo, pressionando por grandes cortes de impostos para as empresas e os ricos, e seu governo prometeu que isso levaria a uma grande alta no investimento. No comércio internacional, ele rompeu com as políticas de (mais ou menos) livre comércio de seu partido e impôs grandes tarifas, que, prometeu, reanimariam a indústria dos Estados Unidos.

Por Paul Krugman*

Slavoj Žižek: Por que os EUA podem guinar à esquerda 

Nos preparativos para eleições cruciais de 2020, são os Socialistas Democráticos que desafiam Trump. Para fazê-lo, propõem redistribuir riquezas, ampliar serviços públicos e nova articulação entre feminismo, antirracismo e justiça social

Por Slavoj Žižek

De Olho no Mundo por Ana Prestes

Um resumo diário das principais notícias internacionais.

1 2 3 171