A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: golpe na bolívia

Bolívia: golpe contra o país foi orquestrado pelos Estados Unidos

O ex-ministro das Relações Exteriores, David Choquehuanca denuncia que os Estados Unidos orquestraram o golpe que atingiu gravemente a saúde, a economia e a política da Bolívia.

Bolívia, a próxima batalha contra a ultradireita

Eleições bolivianas são novamente adiadas. Golpe que derrubou Evo fracassa em todos os terrenos

No pós-golpe, uma Bolívia em disputa

Resta pouco tempo de campanha eleitoral. Contudo, dado o ritmo dos acontecimentos na Bolívia, podemos afirmar que ainda falta muito. Tudo está em aberto.

Evo Morales: “Governo quer boicotar as eleições por medo do povo”

O ex-presidente boliviano Evo Morales declarou nesta quinta-feira (02) que os atuais governantes de fato e seus aliados estão impedindo o processo eleitoral para a próxima votação de setembro, porque temem o voto popular.

Prefeita aliada de Evo Morales é presa na Bolívia

Líder do MAS celebrava o aniversário de seu filho, dentro de sua casa, quando foi levada pela polícia.

Boaventura de Sousa Santos: A História absolverá Evo Morales 

Eis um balanço do processo boliviano, por quem o viveu ao lado dos movimentos sociais. Os sucessos e os erros, em 13 anos de governo. A trama do golpe, pelas elites locais e Washington. O engano grosseiro dos que se omitiram. As possíveis lições para a esquerda

Por Boaventura de Sousa Santos

Bolívia: “Derrotaremos o golpe”, diz presidente da Câmara 

O presidente da Câmara dos Deputados da Bolívia, Sérgio Choque, denuncia o golpe de Estado que afastou o presidente Evo Morales “a partir da pressão dos setores ligados à direita, com a perseguição de dirigentes, queima de residências de deputados e senadores, e mais o sequestro de familiares”. Nesta entrevista exclusiva a Leonardo Wexell Severo*, de La Paz, Bolívia, Sérgio condena o assassinato de manifestantes, “cruelmente alvejados pelas balas do Exército”.

Evo Morales foi vítima de golpe de Estado, diz presidente do México 

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse neste domingo (1º) que o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, sofreu um golpe de Estado. Sob ataque das Forças Armadas e das elites bolivianas, Evo renunciou ao cargo e está exilado no México.

Bolívia caminha a uma ditadura militar de extrema-direita 

Os militares bolivianos forçaram o presidente Evo Morales a renunciar – esta é a definição clássica de golpe de Estado. Agora, o país está preso em uma espiral de horrores à medida que o regime de extrema-direita e do terror se consolida.

Por Gabriel Hetland, na Jacobin | Tradução, adaptação e seleção de trechos: José Carlos Ruy (Vermelho)

Evo denuncia OEA: “Também é responsável pelo golpe de Estado”

Primeiro indígena a ser eleito presidente da Bolívia, Evo Morales está na Cidade do México, com intensa agenda de entrevistas. Manteve o hábito de levantar-se de madrugada desde que se tornou asilado político, após ser deposto por um golpe militar. Em entrevista à BBC News Mundo, ele afirma que a OEA (Organização dos Estados Americanos) “também é responsável pelo golpe de Estado” e diz que o novo governo na Bolívia, uma “ditadura”, terá resistência de movimentos sociais e indígenas. Confira.

Nas ruas, bolivianos garantem MAS na presidência da Câmara e do Senado

Com a Whipala, símbolo da Pátria, tremulando ao alto, uma gigantesca marcha tomou La Paz nesta quinta-feira (14) contra o golpe de Estado e garantiu que o Senado e Câmara da Bolívia passem a ser presididos respectivamente por Mônica Eva Copa e Sérgio Choque, do Movimento Ao Socialismo (MAS), partido do presidente Evo Morales, maioria no parlamento.

Por Leonardo Wexell Severo

Celso Amorim: Golpe na Bolívia foi reação a Chile, Equador e Argentina

O golpe na Bolívia, diz o ex-chanceler Celso Amorim, foi uma reação aos levantes populares no Chile e no Equador e à eleição de Alberto Fernández na Argentina e integra a disputa intestina pelo poder na América do Sul. Por experiência própria, o ex-ministro, que mediou em 2008 conflitos no país, conhece a veia “conspiratória” da oposição boliviana e a influência profunda dos Estados Unidos na região.

Por Sergio Lirio

1 2