A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: incêndio

Incêndio atinge Museu Nacional do Rio de Janeiro

Um incêndio de proporções ainda incalculáveis atingiu, no começo da noite deste domingo (2), o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona Norte da capital fluminense. O prédio histórico de dois séculos foi residência da família real brasileira e tem um dos acervos mais importantes do país – são cerca de 20 milhões de peças. 

Orlando Silva: Tragédia anunciada

O prédio de 24 andares que desabou em incêndio, no Centro de São Paulo, é reflexo do desmonte das políticas habitacionais no Brasil. Revela ainda o descaso do poder público com famílias que buscam o direito constitucional à moradia digna.

Por Orlando Silva*

Comunistas se solidarizam com sem-teto em São Paulo

O desabamento de um prédio no Centro de São Paulo, na madrugada do dia 1° de maio, deixou 149 famílias desabrigadas. Descaso dos governos federal e da capital paulista com déficit habitacional é denunciado por parlamentares do PCdoB na Câmara.

Por Iberê Lopes*

Após desabamento de prédio em SP, 44 pessoas ainda estão desaparecidas

O corpo de Bombeiros informou, na manhã desta quarta-feira (02), que 44 pessoas permanecem desaparecidas após o incêndio e desabamento de prédio no Centro de São Paulo na madrugada desta terça (01). Esse número se refere aos moradores que estavam cadastrados na Prefeitura, ou seja, pode ser que nem todos estivessem no prédio no momento do ocorrido. 

Prédio ocupado desaba durante incêndio em São Paulo

Por volta das 2 horas da madrugada um incêndio de grandes proporções tomou conta de um prédio de 22 andares levando ao desabamento da edificação no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1º/5). Um edifício vizinho também foi tomado pelas chamas, mas não corre risco de desabar. Pelo menos três pessoas estão desaparecidas.

Procon Fortaleza: Correios vai ressarcir consumidores após incêndio

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza), acatou o plano da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para ressarcir os consumidores prejudicados pelo incêndio ocorrido no dia 13/2, na Central de Distribuição. A informação foi divulgada na última segunda-feira (05), após o Procon analisar o documento entregue pelos Correios, que se comprometeu a ressarcir os consumidores prejudicados, num prazo máximo de 90 dias.

Procon Fortaleza processa Correios por falta de plano de indenizações

O Procon Fortaleza, órgão de defesa do consumidor, afirmou, na última segunda-feira (19),que abriu processo administrativo contra os Correios para que a estatal apresente num prazo de até 10 dias um plano de ressarcimento dos clientes prejudicados com a perda de correspondências ou produtos destruídos no incêndio no Centro de Triagem dos Correios em Fortaleza.

Incêndio: Procon notifica Correios sobre ressarcimento de consumidores

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza), notificou, na última quinta-feira (15), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) para esclarecer quais as medidas serão adotadas para ressarcir os clientes após o incêndio na Central de Distribuição, na terça-feira (13). Correspondências e encomendas foram destruídas pelas chamas.

Santos precisa prevenir incêndios e ter política habitacional séria

por Carlos Norberto Souza, do portal Informação e Crítica

Portal Agência Pública detecta viés econômico em incêndios em favelas

Levantamento feito em parceria com o Guardian Cities revela que comunidades atingidas estão localizadas em áreas cerca de 75% mais valorizadas que a média. Confira trechos da matéria de Iuri Barcelo.

Incêndios em Portugal

O drama dos incêndios em Portugal apresentam muitas facetas que mergulham, em décadas, em causas que nos remetem a momentos vários da história recente do país. Das consequências imediatas, verificou-se a substituição da ministra titular da administração interna e a sujeição do governo do PS a uma moção de desconfiança no parlamento português. Revelam, ainda, uma faceta ideológica que importa assinalar como exemplo para o Brasil

Por Alexandre Weffort *

Os problemas que contribuiram para os incêndios eram conhecidos 

O furacão Ophelia trouxe massas de ar quente e seco da África para a Península Ibérica, um fenomeno agravado pelo vento. Já se sabia que assim seria e o país deveria estar em alerta máximo. Mas ninguém fiscalizou velhos hábitos e as fogueiras acabaram em tragédia

1 2 3 4 5 9