A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: luta das mulheres

Nádia Campeão: PCdoB é o partido que mais reflete a voz da mulher

Em entrevista exclusiva à TV Vermelho, a vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão (PCdoB-SP), relata os desafios que o sexo feminino enfrenta na sociedade para alcançar papel de destaque. Para Nádia, é necessário mostrar da vez mais que as mulheres estão aptas a exercerem qualquer função e que o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), hoje, consegue atingir uma grande representatividade feminina, lutando para que as mulheres cada vez mais alcancem os espaços de poder.

Bancada Feminina do PCdoB conclama: igualdade de gênero, já! 

Eleita proporcionalmente a maior bancada feminina do Congresso Nacional, as representantes comunistas na Câmara e no Senado dão o recado: "Igualdade de gênero, já! Nenhum passo para trás!". Responsáveis por Projetos de Leis históricos que beneficiam as mulheres, a bancada feminina do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) relata no vídeo abaixo a importância da luta emancipatória e denuncia as pautas conservadoras do atual cenário político. 

Bancada Feminina do PCdoB conclama: igualdade de gênero, já! 

Eleita proporcionalmente a maior bancada feminina do Congresso Nacional, as deputadas comunistas dão o recado: "Igualdade de gênero, já! Nenhum passo para trás!". Responsáveis por Projetos de Leis históricos que beneficiam as mulheres, a bancada feminina do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) relata no vídeo abaixo a importância da luta emancipatória feminina. 

Campanha denuncia os absurdos que as mulheres escutam todos os dias

“Pode ser feia ou gorda, mas não pode ser feia e gorda”, “fiu-fiu, gostosa heim?”, “Foi estuprada, mas olha a roupa que ela veste?”. Essas e outras frases opressivas são corriqueiras no cotidiano das mulheres. Para questionar o machismo presente na sociedade, uma campanha lançada nas redes nesta terça-feira (8), denuncia o quanto ainda é necessário lutar por respeito e pela igualdade de gênero. 

Transexualidade: A luta por dignidade, direitos e inserção social

“Não é fácil ser uma mulher transexual”. É com esse desabafo que Daniele Balbi inicia o seu depoimento ao Portal Vermelho. Atualmente cursando doutorado em literatura na UFRJ e diretora da União Nacional LGBT (UNA), a jovem relata que o conservadorismo reflete em obstáculos para a sua escolha de gênero. Assim como Danieli, milhares jovens lutam, todos os dias, para conquistar direitos básicos, em um país que lidera o ranking mundial de assassinatos transfóbicos. 

Primavera das Mulheres evidencia geração que se empodera e não se cala

Recentemente, uma onda vem tomando conta do país. Cansadas da opressão cotidiana, milhares de mulheres estão tomando coragem e se expressando em público, denunciando o papel secundário que foi imposto a elas, reflexo de uma sociedade historicamente machista e patriarcal.

Por Laís Gouveia

Casa da Mulher Brasileira: Mais proteção para o gênero feminino

A Casa da Mulher Brasileira possui delegacia de polícia, defensoria pública, posto médico e salas de atendimento psicossocial. Neste vídeo você fica sabendo os principais objetivos do ambiente dedicado ao atendimento à mulher vítima de agressão. #FazDiferença

Dieese: mulheres conquistam aumento salarial maior que os homens

Estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese) e Fundação Seade mostra que o salário médio por hora das mulheres aumentou mais que os vencimentos dos homens.

UJS: Marchar contra o machismo é marchar contra o conservadorismo

Maria das Neves, diretora de jovens feministas da União da Juventude Socialista (UJS), convocou as mulheres – e também os homens – do Brasil para marchar contra o conservadorismo golpista e contra o machismo. "Fiquemos alertas às tentativas de golpe, elas nada mais são que ataques à democracia, à soberania, aos direitos das mulheres e homens que produzem a riqueza em nosso país", afirma Maria em seu chamado.

Joanne Mota, da Rádio Vermelho

Especial Março Mulher: Vanessa defende o fim da sub-representação

“Não podemos considerar que há uma democracia efetiva em um país que mais da metade dos eleitores são mulheres, mas ainda testemunhamos uma sub-representação feminina na política”, declarou Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), em entrevista à Rádio Vermelho, ao falar sobre a centralidade da luta das mulheres no combate à sub-representação.

Joanne Mota, da Rádio Vermelho, com agências

PCdoB: Luta pela emancipação feminina é central para o desenvolvimento

Em nota divulgada nesta segunda-feira (2), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) reafirma seu compromisso com a luta pelos direitos das mulheres do país. "O PCdoB valoriza o processo democrático como fundamental à caminhada emancipadora das mulheres e entende que um dos fatores importantes para a conquista da verdadeira democracia é a superação da sub-representação".

1 2 3 4 5