A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Militarismo

Como a formação de policiais militares virou uma “fábrica de monstros”

Tese de doutorado aponta que PMs sofrem violências e humilhações em ritos de passagem. Número de mortes de civis pela Polícia Militar cresceu 46% nos últimos 20 anos

Jornal alemão diz que Bolsonaro será “marionete”, à mercê de militares

Desfecho é “ultrajante” em um país que foi governado por generais de 1964 a 1985 e que o Brasil teria todos os motivos para evitar o retorno de militares

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

A especialista em relações internacionais, Ana Prestes, destaca em suas Notas Internacionais desta segunda-feira (17) que “chama a atenção no exterior a crescente influência dos militares e forte presença de militares da ativa no governo Bolsonaro”. Entre outros assuntos. Leiam a seguir

Aos 70 anos, a OTAN é uma declaração de guerra total 

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) faz 70 anos em 4 de abril. Após a catástrofe da Segunda Guerra Mundial, os princípios essenciais à construção da paz consolidaram-se na Carta das Nações Unidas. Entretanto, a OTAN edificou-se como motor da guerra das potências ocidentais contra o Comunismo. Finda a Guerra Fria, o bloco não só sobrevive, mas se expande promovendo a militarização global, ameaças e agressões. Sua presença na América Latina reforça o alerta.

Por Moara Crivelente*

Militares ocupam 1/3 dos cargos federais e salários chegam a R$226 mil

Não é só Poder Judiciário que goza de supersalários no Brasil: as Forças Armadas têm privilégios parecidos. E a quantidade de servirdores públicos da área é 10 vezes mais que o do setor de Saúde. Grande parte dos funcionários públicos do governo federal é militar: no Executivo, a cada três servidores, um é vinculado às Forças Armadas. O Ministério da Defesa é o que mais emprega: são 395.667 servidores, o que o coloca à frente da Educação, com 302.938; e bastante acima da Saúde, com 33.476

Quartim de Moraes questiona nacionalismo de Bolsonaro

Para João Quartim de Moraes, fenômeno é característico das Forças Armadas brasileiras, historicamente ligadas aos EUA.

Por Júlia Dolce, do Brasil de Fato

Valdemar Menezes: A democracia não precisa de tutela

“O retorno dos militares à cena brasileira, de forma inconstitucional, segundo apontam cultores do Direito, apenas acentua o retrocesso ocorrido no País, desde 2016, e que se espalha pelas mais diversas dimensões da vida nacional, como legado de mais um cambalacho das elites para revogar a autonomia da soberania popular”.

Por Valdemar Menezes*

Rússia anuncia nova manobra militar, a maior desde 1981

A Rússia fará em setembro as suas maiores manobras militares desde 1981, no auge da Guerra Fria. Os exercícios, especificou o ministro da Defesa, Serguei Shoigu, terão lugar de 11 a 15 de setembro no leste da Sibéria e no Extremo Oriente russo, com a mobilização de quase 300 mil soldados e a participação de unidades dos Exércitos da China e Mongólia

Sem crescimento econômico, governos trazem militares de volta à cena

 Uso político do Exército no Brasil pode estar a serviço do receituário neoliberal, cujo produto final resultaria no abandono da democracia, dando lugar ao autoritarismo. EUA e França correm risco parecido.

Por Marcio Pochmann*

Netanyahu ameaça Irã com intervenção militar

Primeiro-ministro de Israel exibiu fragmento de suposto drone iraniano, abatido na última semana (10); Netanyahu acusa Irã de usar equipamento para espionar seu território. A Conferência de Segurança de Munique teve um momento teatral neste domingo (18) quando o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, fez uma série de acusações ao ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif

O pacto do orçamento de 2018 nos EUA: ganham militares e banqueiros

Trump conseguiu formar um pacto político em ambiente polarizado atendendo simultaneamente aos interesses do capital financeiro e dos empreendedores tecnológico-industriais. Em detrimento do resto do mundo, incluindo-se trabalhadores norte-americanos

Por Marco Aurélio Cabral Pinto *

Tailândia: militares adiam eleições para 2019 

As eleições tailandesas foram adiadas até 2019, anunciou o vice primeiro-ministro depois que o parlamento adiou a entrada em vigor de uma nova lei eleitoral

1 2 3 10