A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Salário mínimo

Trabalhador gasta quase 60% do salário mínimo com cesta básica, diz Dieese

A economista Patrícia Costa, do Dieese, revela que a reajustes salariais não repõem inflação, fazendo o trabalhador perder poder de compra. Em maio de 2021, o comprometimento do salário era de 54,84%.

Com Bolsonaro, salário mínimo vale menos que no início do governo

Com fim da política de valorização do salário mínimo, piso cairá de R$ 1.213,84 para R$ 1.193,37 entre de 2018 e 2022, descontada a inflação

Parlamentares acusam Bolsonaro de destruir poder de compra do salário mínimo

Levantamento de corretora aponta que Brasil piorou com Jair Bolsonaro. Presidente será o primeiro, desde o Plano Real, a entregar mandato com salário mínimo valendo menos do que quando assumiu cargo

Salário mínimo derrete com Bolsonaro; poder de compra cai 1,7%

Há 33,8 milhões de trabalhadores ganhando até um salário mínimo hoje, além de 11,9 milhões de desempregados

Gás de cozinha compromete quase 10% do salário mínimo, diz pesquisa

Levantamento do Observatório Social da Petrobras mostra que o botijão de 13kg já é vendido no país a um valor médio de R$ 113,48, informa a Agência Globo.

Governo anuncia reajuste do salário mínimo sem ganho real, pela quarta vez

Em 2023, ficará em R$ 1.294, sem aumento acima da inflação.

Dieese: Cesta básica fica mais cara em todas as capitais

O morador de São Paulo, cuja remuneração equivale ao salário mínimo de R$ 1.212,00, precisou trabalhar durante 138 horas e 10 minutos somente para comprar os alimentos em março de 2022.

Salário mínimo ideal de fevereiro deveria ter sido de R$ 6.012,18

Cálculo é feito pelo Dieese, com base na cesta básica mais cara do país e deve bancar despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência de uma família com 4 pessoas.

Deputada quer resgatar a política de valorização do salário mínimo

De acordo com a proposta de Perpétua Almeida, o reajuste é baseado na Política Nacional de Valorização do Salário Mínimo, extinta no começo do governo do presidente Jair Bolsonaro

Salário precisaria ser 5 vezes maior para pagar despesas básicas

Valor vai se distanciando do ideal, desde que Bolsonaro acabou com a política de valorização do salário mínimo implantada pelo governo Lula.

Cesta básica já responde por 67% do salário mínimo

Preços dos alimentos básicos, principalmente os que são commodities, seguiram elevados em 2021

Sob governo Bolsonaro, cesta básica aumenta em todas as capitais

Quando assumiu a Presidência, o valor da cesta básica correspondia a 46,59% do salário mínimo e um trabalhador de São Paulo precisava de um total de 102h50 para adquirir os alimentos básicos para a sobrevivência de um adulto. Três anos depois, a cesta já custa o equivalente a 59,52% e a sua aquisição demanda uma jornada de trabalho de 128h20, ou seja, de 25h30 a mais.

1 2 3 35