A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: samba

Um centenário em dez sambas

O editor do Portal Vermelho, Inácio Carvalho me sugeriu escolher dez sambas representativos do centenário do gênero. Foram muitos os critérios e o mais forte deles foram sambas que estão no meu repertório. Além do jornalismo, vivo há 17 anos cantando em rodas de samba com absoluta entrega aos ritos e ao encantamento que o samba e a roda podem produzir.  

Por Railídia Carvalho

Um centenário em dez sambas

O editor do Portal Vermelho, Inácio Carvalho me sugeriu escolher dez sambas representativos do centenário do gênero. Foram muitos os critérios e o mais forte deles foram sambas que estão no meu repertório. Além do jornalismo, vivo há 17 anos cantando em rodas de samba com absoluta entrega aos ritos e ao encantamento que o samba e a roda podem produzir.  

Por Railídia Carvalho

Memórias do samba, da Cantina da Lua ao Bom Motivo Bar

São Paulo e Bahia guardam redutos de samba que devem ser tratados como relíquias. São os bares Cantina da Lua, em Salvador, e Bom Motivo Bar, na capital paulista. Naquelas mesas se encontraram sambistas veteranos e iniciantes, surgiram novos sambas e instrumentistas. A música pulsava através dos anfitriões: o baiano Clarindo Silva e o paulista Roberto Lapiccirella.

Por Railídia Carvalho

Ao vivo: No centenário do Samba, Leci Brandão realiza sessão na Alesp

Em homenagem ao centenário do samba, comemorado nesta sexta-feira (2), a deputada Leci Brandão (PCdoB-SP) realiza uma sessão solene pelo Dia Nacional do Samba – Memória do Samba Paulista. O evento acontece na Alesp. Serão homenageados: Dona Inah, cantora; Dona Maria Esther, do Samba de Roda de Pirapora do Bom Jesus; Moisés da Rocha, apresentador do programa o Samba Pede Passagem; Osvaldinho da Cuíca; Tonheca, da Velha Guarda da Escola de Samba Barroca Zona Sul.

O samba completa 100 anos cantando a alma do Brasil

Neste ano, comemora-se o centenário do gênero musical com maior prestígio em todo o território nacional: o samba. É consenso entre os historiadores de que este ritmo genuinamente brasileiro nasceu com os escravos e se firmou no início do século 20, no Riode Janeiro, então capital federal, para onde migraram milhares de negros após a Abolição.

Por Marcos Aurélio Ruy

Samba completa 100 anos neste domingo

O samba faz 100 anos e tudo começou oficialmente com Pelo Telefone. No dia 1º de novembro de 1916, a partitura de Pelo Telefone era finalizada. No entanto, manuscrita para piano, ela só foi registrada oficialmente na Biblioteca Nacional no dia 27 de novembro. Na folha de abertura está escrito: “Pelo Telephone – Samba Carnavalesco”.

Obra de Adoniran Barbosa torna-se patrimônio paulistano

A Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou projeto de lei que declara como patrimônio histórico e cultural a obra do sambista Adoniran Barbosa. A proposta do vereador Toninho Paiva (PR) foi enviada para sanção do prefeito Fernando Haddad, na última quinta-feira (17).

Samba Rock,resistência que se tornou Patrimônio Cultural em São Paulo 

A cultura samba rock festeja o reconhecimento da manifestação como Patrimônio Cultural Imaterial da cidade de São Paulo assegurado nesta sexta-feira (11) em decisão unânime do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp). O samba rock expressa na música e na dança a resistência paulista da cultura negra nacional que sobrevive ao preconceito e à exclusão.

Por Railídia Carvalho  

Maurinho de Jesus apresenta em SP homenagem ao centenário do samba 

Cantor, compositor e cavaquinista, o sambista Maurinho de Jesus é o convidado do mês de junho do projeto Terças de Samba, na galeria Olido, no centro da capital paulista. A entrada é franca e o público poderá ouvir o repertório gravado por Maurinho no cd Amor Primaz, trabalho independente lançado no final de 2015. E também, relembrar clássicos do samba, gênero que comemora em 2016 cem anos de existência. O artista se apresentará todas as terças-feiras, na galeria Olido, a partir das 19h.

Presidente da Uesp rechaça golpe e convoca ato para o dia 30

Por meio das redes sociais, o presidente da União das Escolas de Samba Paulistanas (Uesp), Katixu Ricardo Campos, comentou a atual crise política que o paíu enfrenta e convocou os sambistas da cidade para um posicionamento firme contra o golpe. Ele convoca um ato com sambistas para o próximo dia 30, a partir das 11 horas na Rua Rui Barbosa, 588, na Bela Vista, região central da capital paulista.

Criado na década de 60, o Samba da Legalidade continua atual 

O ano era 1961 e o Brasil passava por um momento de grande instabilidade política. Com a renúncia de Jânio Quadros, militares impediam o seu vice, João Goulart, de assumir a Presidência da República. Neste contexto dos anos dourados, artistas, através da música, expressavam o seu engajamento na luta em defesa da legalidade. E foi com esse espírito que surgiu o Samba da Legalidade. 

Praça da Sé, do samba e da luta política  

Nesta quinta-feira (31) a rua do ouro no centro de São Paulo transformou-se na rua da batucada. Foi lá, vizinho à praça da Sé, que o movimento Batucada da Resistência transformou a ruazinha em roda de samba evocando músicas de mestres do gênero como Silas de Oliveira, Luiz Carlos da Vila e Martinho da Vila. Como parte do ato em defesa da democracia, a Batucada mostrou que o samba e a luta política estão historicamente ligados.

Por Railídia Carvalho

1 3 4 5 6 7 14