A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Vaza Jato

Líderes partidários defendem Glenn Greenwald

Parlamentares e líderes de diversos partidos condenaram a ação contra a liberdade de expressão.

Lava Jato usou O Antagonista para interferir no Banco do Brasil

Força-tarefa municiou com documentos o site de Diogo Mainardi para alimentar notícias que evitassem que o ex-presidente da Petrobras Ivan Monteiro ocupasse a presidência do BB

Gilmar Mendes: Tirar Moro da Lava Jato foi bom para o Brasil

Para ministro. nomeação de Bolsonaro diminuiu a cobertura midiática da operação e estabilizou as instituições.

Intercept: Como a Lava Jato favoreceu jornalistas aliados

Material obtido pelo site The Intercept Brasil, mostra relações problemáticas da força-tarefa com jornalistas – mas também uma política de favorecimento a repórteres e editores favoràveis

Vaza Jato mostra que heróis são “vampiros de Curitiba”

O mais importante acontecimento jornalístico de 2019 lembra a sujeira e perversão dos personagens de Dalton Trevisan.

Caso Lula: STF deve julgar suspeição de Moro apenas em 2020

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar apenas em 2020 o pedido de suspeição do ex-juiz e hoje ministro Sérgio Moro no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex. “Chega de temas traumáticos e conflituosos. Estamos correndo maratona em ritmo de 100 metros, e isso não é bom”, afirmou ao Estadão, em off, um ministro da Corte. Foi a senha para justificar o recuo na ideia de que a Segunda Turma analise ainda neste ano a suposta imparcialidade de Moro.

Bolsonaro escala Moro para atacar Lula, STF e Congresso 

O governo Jair Bolsonaro (PSL) acusou o golpe. Com a grande visibilidade da libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a repercussão de seus primeiros discursos fora da prisão, o Planalto começou a reagir. A estratégia gira em torno do ministro da Justiça, Sergio Moro, escalado para defender o governo e insultar Lula. Moro também afrontou o STF (Supremo Tribunal Federal) e o Congresso de uma vez só, ao cobrar pressão pela volta da prisão após condenação em segunda instância.

Por grampo a Lula, OAB pede investigação de procuradores da Lava Jato

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrará com pedido para que o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) investigue procuradores da Operação Lava Jato por terem interceptado conversas de advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De forma criminosa, a força-tarefa usou o conteúdo dessas conversas para traçar a sua própria estratégia de atuação processual contra Lula.

Intercept: Lava Jato escondeu informações do STF para perseguir Lula 

A Operação Lava Jato escondeu informações da ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), ao pedir apoio num momento decisivo das investigações sobre o ex-presidente Lula, em 2016. Conforme mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil, os procuradores da força-tarefa sabiam que Lula tinha mencionado Rosa em telefonemas grampeados pela Polícia Federal e mobilizado aliados para tentar influenciá-la – mas decidiram deixa-la “no escuro” quando a procuraram para tratar do caso.

Intercept: Moro direcionava ações da Polícia Federal na Lava Jato 

O ex-juiz Sergio Moro não somente conspirou com os procuradores e comandou a força-tarefa da Lava Jato, conforme revelado pelo Intercept. Mais do que isso, desde o começo da operação, ele também capitaneou operações da Polícia Federal. Chats de grupos da Lava Jato no Telegram indicam que o atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro chegou a ordenar busca e apreensão na casa de suspeitos sem provocação do Ministério Público – o que é irregular.

Às vésperas do golpe, Lava Jato rejeitou delação que prenderia Temer 

Duas semanas antes de Michel Temer assumir a Presidência devido ao golpe contra Dilma Rousseff, a Lava Jato recebeu o “anexo-bomba” de uma delação premiada que, se aceito, poderia ter mudado os rumos da história do País. Conversas entre procuradores da operação no Telegram, obtidas pelo The Intercept e analisadas em conjunto com o El País, permitem rastrear o momento exato em que a procuradoria teve em mãos informações que poderiam levar a uma investigação de Temer por suspeita de corrupção.

Vaza Jato: O encontro de Deltan com bancos que são réus nos EUA 

O “bate-papo secreto” do procurador da República Deltan Dallagnol foi com bancos que também são réus na ação coletiva ajuizada contra a Petrobras nos Estados Unidos. O encontro foi bancado pela XP Investimentos, mas o procurador nega que tenha recebido para falar com os representantes dos bancos. E diz não ver conflito de interesses no encontro, já que, segundo ele, o Ministério Público Federal não se envolveu na ação dos EUA e o assunto não foi discutido no dia.

Por Pedro Canário*

1 2 3 4 10