A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: WhatsApp

TSE recebe mais de mil denúncias de disparo em massa no WhatsApp

TSE e WhatsApp divulgam resultados preliminares da parceria para combate à desinformação nas Eleições 2020. Até agora 256 contas foram banidas pela plataforma

Lixo tóxico nas eleições também é responsabilidade de quem compartilha

Professores da USP se manifestam sobre o risco da desinformação sistemática na eleição municipal. Iniciativa de podcasts da USP visa a “vacinar” a população contra fake news.

Pesquisa mostra desigualdade no acesso ao ensino à distância

Quase 40% dos alunos de escolas públicas não têm computador em casa, 98% acessam a internet pelo celular, e somente 14% das escolas públicas mantém plataforma online para aprendizagem, aponta pesquisa.

Nova geração virá vacinada contra fake news

Os avanços contra a disseminação de notícias falsas foi a nota de otimismo entre debatedores. Para eles, a pandemia trás a conta da fatura mais rápido conforme as mentiras se concretizem em morte.

Moro mostra provas de que Bolsonaro temia investigação de aliados

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, apresentou ao Jornal Nacional trocas de mensagens com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) para comprovar seu lado das acusações feitas durante o anúncio de sua demissão, de manhã.

WhatsApp e OMS juntos no combate à boataria sobre Corona vírus

Aplicativo de bate-papo limita encaminhamento de mensagens para controlar fake news sobre o Coronavírus. OMS lança robô com informações confiáveis para disseminação em bate-papos.

Fenaj repudia ofensas de Bolsonaro a Patrícia Campos Mello

Segundo a Federação Nacional dos Jornalistas, Bolsonaro protagonizou “grave episódio de machismo, sexismo e misoginia”.

Jânio de Freitas questiona legitimidade da eleição de Bolsonaro

Em sua coluna publicada neste domingo (13), o jornalista Jânio de Freitas questiona a legitimidade da eleição de Jair Bolsonaro. Para ele, Bolsonaro foi benefiado pelo uso indevido de mensagens pelo WhatsApp, que admitiu que houve violação dos seus temos de uso na eleição de 2018.

Leia abaixo a íntegra do artigo:

WhatsApp reconhece que foi violado na campanha presidencial de 2018

Pela primeira vez, o WhatsApp admitiu que a eleição presidencial de 2018 teve uso de envios maciços de mensagens, com sistemas automatizados contratados de empresas. A prática, ilegal, beneficiou campanhas como a de Jair Bolsonaro (PSL). “Houve a atuação de empresas fornecedoras de envios maciços de mensagens, que violaram nossos termos de uso para atingir grande número de pessoas”, disse Ben Supple, gerente de Políticas Públicas e Eleições Globais do WhatsApp, em palestra no Festival Gabo.

A importância das redes sociais na luta política atual

A pesquisa Datafolha sobre o uso das redes sociais e o comportamento dos usuários dos aplicativos de mensagens publicada recentemente trouxe dados importantes para analisarmos o impacto destas ferramentas na luta política atual.

Falhas de segurança no Whatsapp: quem está por trás disso?

Você provavelmente foi impactado por notícias de que vulnerabilidade no Whatsapp permitiu a “hackers” acessarem seu telefone e, consequentemente, seus dados. No entanto, você não foi informado que esse serviço não é fruto do trabalho de algum lobo solitário na garagem de casa ou algo do tipo. Talvez a questão não seja tão simples.

Por Pedro Barciela, da FPA

Quem paga os robôs do bolsonarismo?

Na avalanche de fake news que estimulam o ódio nas redes sociais, o bolsonarismo não conta apenas com milicianos de carne e osso. Como já se suspeitava, boa parte das postagens criminosas é disparada por “robôs”.

Por Altamiro Borges*

1 2