Na greve dos petroleiros, sejamos mais um Lobato!

São muitos os acontecimentos que interessam a mídia, menos a greve dos petroleiros! Do mesmo jeito quando se descobriu o primeiro poço de petróleo na Bahia; sem destaque, silencio total.

Petroleiros estão em greve

Desde as últimas semanas os petroleiros do chão do nosso país, entraram em greve, não por aumento de salário, mais por dignidade e soberania nacional, assim como o ato de Lobato nos anos trinta que denunciou a falsa tese da Standard Oil, afirmando que no Brasil não tinha petróleo suficiente para ser explorado.

Lobato, foi um dos primeiros intelectuais a se manifestar contra a esta afirmativa, que tinha um cunho de assalto a nação, queriam explorar sem o povo Brasileiro tomar parte desta riqueza; instrumento desta denuncia foi a obra “O escândalo do Petróleo” com 20 mil exemplares em tiragem, se apresentando como um ativista desse tema nacional.

O que o Brasileiro tem a ver com uma empresa Brasileira? Para que serve a Petrobras na vida dos Brasileiros? Como a Petrobras contribui com a educação Brasileira? Para que serve os royalties? Alguma empresa estrangeira distribui royalties aos estados Brasileiro para ser distribuído em educação e saúde ao povo Brasileiro?

Façamos uma reflexão disto em tempos de que privatizar é melhor, porque o que fica claro é que esta empresa depois de mais de 50 anos é construtora da economia, nacionalidade, distribuição de renda e tem a cara do Brasil, lembremos do inúmeros patrocínios ao cinema nacional, aos atletas, o desenvolvimento em cidades pequenas que diretamente fortalece o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH destas cidades.

Pois bem, hoje fazem mais de duas semanas de Greve desta categoria que pauta a continuidade e respeito ao acordo coletivo junto com a empresa, Ministério Público do Trabalho e Tribunal Superior do Trabalho – TST; no acordo em não ter demissões em massa, negociar PLR/2019, continuar com a produção de gás para a parcela pobre da população tenha acesso; acontece que este acordo a empresa descumpriu, começando pela demissão de mil trabalhadores na fábrica de fertilizantes – FAFEN no Paraná e começaram implementar as medidas unilaterais desrespeitando o negociador da categoria que é a Federação dos Petroleiros.

O pior é o anúncio de uma demissão em massa da categoria a partir de 14 de fevereiro em todo país, deixando uma grande massa de família Brasileira em desespero, em estado psicológico vulnerável para aqueles trabalhadores que já tem as síndromes adquiridas no mundo trabalho.

O receituário deste governo extrapola o senso nacionalista, muito longe do Homem da Literatura infantil; que em uma placa inaugurada em 1º de agosto de 1938 dizia assim: “salve! Salve! Salve! Deste poço abençoado em caraminguá saiu, num jato de petróleo, a independência do Brasil!”.

Em momentos em que precisamos defender a Democracia, a Petrobras é parte dela, é filha da soberania; precisamos de todos contra o assalto a nação e quando começa a tirar o trabalho, a energia do nosso solo; tiram a sobrevivência, a riqueza que nos pertence.

Porque este governo federal não adicional nenhum direito a mais, só renovação dos já conquistados, como afirma a dirigente sindical da FUP Maria de Fátima (Fafá) e num entanto declarou uma batalha contra a empresa nacional e dos que vivem dela.

Esta escalada tem endereço certo, é o de desmontar uma empresa lucrativa e distribuidora de riqueza para o Povo Brasileiro, o que nos resta é lutar e prestar solidariedade aos petroleiros, que iniciou a greve já com 7 mil trabalhadores e cresce a, mesmo com silencio midiático, o chão da  Petrobras faz tremer os algozes entreguista.

Sejamos mais um Lobato, em defesa do nosso país e da dignidade do nosso povo que é o trabalho, porque solidariedade é que representa o laço humano.

Presidente da CTB/RN

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *