Bolsonaro nunca se preocupou com combate à corrupção, dizem parlamentares

Presidente anunciou o fim da Operação Lava Jato, “pois não há mais corrupção no governo”

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (7), durante pronunciamento no Palácio do Planalto, que “acabou” com a operação Lava Jato porque, no governo atual, não há corrupção a ser investigada. A declaração foi feita enquanto Bolsonaro elogiava a própria gestão – na qual, segundo ele, as pessoas são confiáveis e não há interessados em “criar dificuldade para vender facilidade”.

Para os deputados do PCdoB, as últimas movimentações do Planalto e as mudanças de opinião de Jair Bolsonaro quanto à Operação Lava Jato e mesmo sobre as recentes “práticas políticas” do presidente deixaram claro que a corrupção nunca foi uma preocupação do atual mandatário brasileiro.

“Corrupção? Que nada, ele nunca se preocupou com isso, tanto que esbanja mamatas familiares e milicianas. Bolsonaro usou a Lava Jato, que se fez cúmplice dele por meio de Sergio Moro & Deltan Dallagnol, e agora diz que abusou”, afirmou o vice-líder da legenda, deputado Márcio Jerry (MA).

Ao comentar trecho do vídeo que circula na internet com a declaração de Bolsonaro, a deputada Alice Portugal (BA) afirmou que “é muito cinismo para uma pessoa só”, em referência aos casos envolvendo o nome do presidente e de sua família em atos ilegais.

A deputada Jandira Feghali (RJ) também ironizou a declaração de Bolsonaro. Em sua conta no Twitter, a parlamentar publicou um meme com uma paisagem “perfeita” onde tem escrito que “acabou a corrupção no Brasil” e afirmou: “que lindo dia para um delírio”.

“Quero ver o que os lavajatistas vão dizer disso. E pensar que teve gente que acreditou no papo furado de quem passou 27 anos executando o pior da velha política”, disse o líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE),

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) lembrou que os procuradores da Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro fizeram de tudo para eleger Bolsonaro, “corrupto que reúne os piores vícios da velha política”. “Tudo isso para ouvir do canalha: ‘eu acabei com a Lava Jato… porque não tem mais corrupção no governo’. É a comédia mais sem graça que já se viu”, disse.

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues, ironizou as declarações do presidente: “A atuação de Bolsonaro, de fato, desmantelou os mecanismos de combate à corrupção no país. Aos moldes da ditadura, diz não existir corrupção quando interfere na realização de investigações. Seria piada se não fosse uma afronta ao nosso Estado Democrático!”, disse o senador.

Fonte: Liderança do PCdoB na Câmara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *