Covid: Brasil tem 1,2 mil mortes/dia e se aproxima dos 9 mi de doentes

Desde o início da pandemia, 218.878 mil pessoas morreram da doença. O Amazonas está dobrando a média de mortes se comparado com o primeiro pico da pandemia em 2020

Pazuello entrega 30 leitos em hospital de campanha em Manaus Foto: Ministério da Saúde

O Brasil teve o registro de 61.963 infectados e 1.214 mortes por covid-19 em 24 horas. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta terça-feira (26).

Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.058, segundo cálculo do consórcio da imprensa. Essa média está em crescimento há 4 dias seguidos e novamente é a maior desde 4 de agosto (quando foi de 1.066 mortes). A variação foi de +6% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Com estes óbitos, o total de número de pessoas que não resistiram à pandemia do novo coronavírus subiu para 218.878.
Situação epidemiológica no Brasil.
Situação epidemiológica no Brasil. – Divulgação/Ministério da Saúde

Ainda há 2.847 falecimentos em investigação por equipes de saúde.

Já a média móvel de contágios nos últimos 7 dias foi de 51.550 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -6% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

O número de casos acumulados atingiu 8.933.356. 

Ainda há 915.823 pessoas com casos ativos em acompanhamento por profissionais de saúde. Outras 7.798.655 pessoas já se recuperaram da doença.

Em geral, os registros de casos e mortes são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias de saúde aos fins de semana. Já às terças-feiras, os totais tendem a ser maiores pelo acúmulo das informações de fim de semana que são enviadas ao Ministério da Saúde.

Estados

Na lista de estados com mais mortes, São Paulo ocupa a primeira posição (51.838), seguido por Rio de Janeiro (29.043), Minas Gerais (14.328), Ceará (10.363) e Pernambuco (10.222). As Unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (835), Acre (856), Amapá (1.036), Tocantins (1.353) e Rondônia (2.149).

Em número de casos, São Paulo também lidera (1,71 milhão), seguido por Minas Gerais (699,2 mil), Bahia (570 mil), Santa Catarina (564 mil) e Rio Grande do Sul (532,9 mil).

Cinco estados estão com alta nas mortes: MG, GO, MT, AM e RR. O Amazonas registrou sua maior marca de mortes por Covid em 24 horas até aqui. Foram 192, o que levou também a um recorde em sua média móvel de óbitos, de 139 pessoas por dia no estado. Este número representa o dobro de maio, quando houve o ápice do primeiro pico de Covid-19 no AM. Naquela ocasião, essa média não passou de 70 mortos por dia.

Vacinação

O país chegou hoje a 848.883 vacinados contra a doença, de acordo com a plataforma da Universidade de Oxford Our World In Data. Isto representa apenas 0,4% da população brasileira vacinada desde o dia 17 de janeiro e o 48o. país dentre 54 que já estão vacinando. Em números absolutos, o Brasil está em 15o. lugar.

Israel se aproxima da metade de sua população vacinada. Emirados Árabes, Reino Unido, Bahrein e Estados Unidos vêm em seguida.

Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.