Por que o governo nos insulta?

“Os servidores públicos são responsáveis, dentre outras extraordinárias contribuições, por quase 100% da pesquisa e da tecnologia desenvolvida no país; pela formação de milhares de profissionais em todas as áreas do conhecimento; pelo atenção à saúde, pela educação, pela assistência técnica a milhões de produtores rurais, segurança, inteligência, fiscalização, vigilância e a própria defesa do país.”

Após editar uma Medida Provisória para tentar acabar com a autonomia universitária, exterminar programas, bolsas e projetos estratégicos, o governo agora passou a nos insultar abertamente através do ministro da economia, Paulo Guedes, segundo o qual “os servidores públicos são parasitas”.

De 2016 a janeiro de 2020 todas as despesas da União foram da ordem de R$ 10,32 trilhões de reais (Tab. 1), segundo o Portal da Transparência. Desse total, algo como R$ 0,99 trilhões (9,61%) foi gasto com Pessoal e Encargos Sociais e R$ 4,4 trilhões (42,75%) com o Serviço da Dívida (amortização, refinanciamento, juros),ou seja, para os banqueiros e demais agiotas. AINDA RESTAM DÚVIDAS DE QUEM É O PARASITA DESSE PAÍS?!

Tabela 1 – Grupo de Despesa (Portal da Transparência) 2016-2020 (Jan) %
Outras Despesas Correntes 4.592.499.929.965,67 44,49
Serviço da Dívida (amortização, refinanciamento, juros) 4.412.683.255.368,08 42,75
Pessoal e Encargos Sociais 992.102.087.524,05 9,61
Inversões Financeiras 257.122.086.917,64 2,49
OUTROS 68.815.426.990,46 0,67
Total – Efetivamente Pago 10.323.222.786.765,90 100,00

Diante dessa constatação irrefutável não seria necessário gastar uma única linha a mais sequer para deixar patente qual é, de fato, a motivação de Paulo Guedes ao declarar que os servidores públicos são parasitas. Ele quer mais dinheiro para os seus protegidos. E assim tem feito quando restringe o aumento do salário mínimo, quando corta programas sociais, quando elimina subsídios de programas industriais e de desenvolvimento regional, quando assalta – com a submissão da maioria dos parlamentares – os aposentados e quando agora ataca frontalmente os servidores.

Os servidores públicos são responsáveis, dentre outras extraordinárias contribuições, por quase 100% da pesquisa e da tecnologia desenvolvida no país; pela formação de milhares de profissionais em todas as áreas do conhecimento; pelo atenção à saúde, pela educação, pela assistência técnica a milhões de produtores rurais, segurança, inteligência, fiscalização, vigilância e a própria defesa do país.

Como um segmento desse, com contribuição tão extraordinária, pode ser chamado de parasita pelo governo?

Não se trata de ignorância teórica acerca da importância estratégica do serviço público e muito menos de desconhecimento de quem efetivamente parasita o povo brasileiro. O governo sabe perfeitamente da importância do serviço público. Nos insulta por absoluta opção de classe, ou seja, o governo trabalha para atender aos ricos, especialmente os banqueiros, segmento do qual Paulo Guedes faz parte. Assim, quanto mais o governo evitar gastos, mais sobra para os banqueiros. Eis porque nós temos que ser carimbados como parasitas.

Reaja, principalmente você que, por opção ideológica ou busca desesperada de alternativa, ajudou a eleger esse governo. É hora de para-los, antes que eles comprometam irremediavelmente a estrutura social, econômica e a soberania do país, além da democracia que há tempos vem sendo duramente golpeada.

O gráfico 1, com base nos dados do Portal da Transparência, indica que o Serviço da Dívida consome praticamente 50% de todas as despesas da União. Todas as demais despesas, TUDO, ABSOLUTAMENTE TUDO, incluindo previdência e servidores, são custeados pelos 50% restantes, mas o ministro da economia – que já pediu desculpas pela estupidez – acha que parasita são os servidores e não seus banqueiros. Tome rumo!

Gráfico 1 – Total de Despesas da União entre 2016 a Janeiro de 2020.

Infelizmente, 99% dos “entendidos” não conhecem esses números, o que permite que o governo os manipule a seu bel prazer. Tentar popularizar a forma como o dinheiro público é gasto pode ser um passo importante para reduzir o grau de manipulação grosseira que o governo pratica diariamente contra a população.

Autor