A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Banco Mundial

Chanceler equatoriano alerta Celac sobre nova crise mundial

O chanceler equatoriano, Ricardo Patiño, inaugurou nesta terça-feira (9) a reunião de especialistas em temas econômicos e financeiros da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) preparatória da próxima reunião ministerial que será realizada no Chile.

Banco Mundial elogia criação de empregos no Brasil

 "Poucos países conseguiram reduzir substancialmente a informalidade", diz relatório divulgado nesta segunda-feira pela instituição; documento aborda a importância da criação de vagas formais para diminuir a pobreza nos países emergentes e em desenvolvimento.

Rio assina acordo com o Banco Mundial para compra de 60 trens

Financiamento do Banco Mundial (Bird) no valor de U$ 600 milhões vai permitir a compra de 60 trens para operar no sistema ferroviário estadual fluminense. Acordo com esse objetivo foi assinado nesta quarta-feira (5) pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, com a representante do banco, Debora Wetzel, no Palácio Guanabara, sede do governo.

As "estratégias de superação" da fome, segundo o Banco Mundial

Algumas das soluções propostas pelo Banco Mundial ante as atuais crises alimentares passam por uma redução na ingestão de comida, o empréstimo de dinheiro para comprá-la e a caridade através da ajuda alimentar como complemento às “estratégias de superação”. Os especuladores que sigam incrementando seus rendimentos nos mercados de futuros, os dominadores que perpetuem a colonização dos países empobrecidos e as multinacionais que mantenham o controle sobre a cadeia alimentar.

Por Vicent Boix

EUA impõem mais um americano na presidência do Banco Mundial

O Banco Mundial anunciou nesta segunda-feira (16) a escolha do americano de origem sul-coreana Jim Yong Kim para a presidência da instituição, no lugar de Robert Zoellick. Yong Kim assumirá a instituição por cinco anos a partir de julho.

Bric anuncia apoio ao candidato à presidência do Banco Mundial

O Brasil irá discutir com a Rússia, a Índia, a China, países que formam o grupo conhecido como Brics, o nome a ser apoiado para a presidência do Banco Mundial. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que negou nesta sexta (13) cedo que o governo brasileiro tenha decidido seu apoio.

Governador leva aos EUA material sobre potencialidades do Piauí

O material, especialmente destinado a investidores estrangeiros, destaca as principais áreas que podem gerar negócios.

Governador vai à conferência do Banco Mundial nos EUA

Governador Wilson Martins será um dos expositores do painel "Oportunidades de investimento do Nordeste".

Mantega propõe unidade do Brics para presidência do Banco Mundial

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse há pouco que o Brasil ainda não tem uma posição sobre o candidato que irá apoiar para a presidência do Banco Mundial e que o país trabalhará para que o Brics tenha uma posição conjunta. Após encontro com o candidato dos Estados Unidos ao cargo, Jim Yong Kim, Mantega informou que o Brasil deve se manifestar sobre a disputa até o final da próxima semana.

Igualdade de Gênero e Desenvolvimento: uma via de mão dupla?

Todo ano, o Banco Mundial publica um Relatório Sobre o Desenvolvimento Mundial. Pela primeira vez, em 2012 o foco desse relatório é igualdade de gênero e desenvolvimento. Nele, o Banco reconhece uma realidade com a qual a ONU Mulheres já vem trabalhando há tempos: igualdade de gênero é premissa fundamental e ferramenta de desenvolvimento.

Por Rebecca Tavares*

BNDES empresta mais que Banco Mundial e financia expansão latina

O Banco Nacional de Desenvolvimento Social, BNDES, emprestou em 2011 o dobro do valor desembolsado pelo Banco Mundial. Ano a ano, instituição estatal financia cada vez mais exportadores brasileiros na América Latina.

Correa: Banco Mundial sempre condicionou América Latina

O presidente equatoriano, Rafael Correa, reiterou que o Banco Mundial sempre condicionou os países da América Latina, porque para isso não são necessárias bombas nem tanques mas dólares, e isso é o que fazem junto ao FMI.

1 4 5 6