A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: congresso,

Em cruzada contra fake news, Congresso impõe duas derrotas a Bolsonaro 

Jair Bolsonaro até que tentou. Em junho, quando a Lei 13.834/2019 – que atualiza o Código Eleitoral – chegou à sua mesa, o presidente vetou penas mais duras para quem propaga fake news (informações falsas). Mas, na noite desta quarta-feira (28), o Congresso Nacional peitou Bolsonaro e derrubou o veto. Agora, criminosos que divulgarem notícias falsas com fins eleitorais podem ser condenados a até oito anos de reclusão. “Vitória!!!!”, comemorou Manuela D'Ávila (PCdoB-RS) nas redes sociais.

Jandira é a parlamentar da oposição mais influente nas redes sociais 

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), líder da Minoria na Câmara, aparece com destaque no Ranking Semestral FSB Influencia Congresso, divulgado na semana passada pelo Instituto FSB Pesquisa. Entre os cerca de 145 congressistas que fazem oposição ao governo Jair Bolsonaro (PSL), Jandira desponta como a mais influente nas redes sociais.

Por André Cintra

Reforma tributária: Oposição quer taxar lucros e dividendos 

Os partidos de oposição querem ampliar a reforma tributária em tramitação na Câmara dos Deputados, que voltará do recesso nesta semana. Parlamentares de esquerda querem incluir a taxação de lucros e dividendos na proposta.

Márcio Jerry está entre os parlamentares mais influentes nas redes

Levantamento que calculou os primeiros seis meses do período legislativo do Congresso Nacional, entre 2 de fevereiro e 17 de julho, aponta que o senador Weverton (PDT) e o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) são os parlamentares mais influentes do Maranhão no ranking FSBinfluência Congresso

Márcio Jerry concorre ao prêmio Congresso em Foco 2019

Deputado pode ser selecionado nas categoria de parlamentares que melhor representam a população, que atuam em favor da proteção do clima e da sustentabilidade, em apoio ao empreendedorismo e em favor da valorização dos bancos públicos.

Moro perde apoio no STF e no Congresso após série de ilegalidades 

O envolvimento do ministro Sergio Moro (Justiça) nos desdobramentos da Operação Spoofing, que prendeu quatro supostos hackers nesta semana, reacendeu a pressão de alas do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso para que os dois Poderes deem resposta à atuação do ex-juiz da Lava Jato. A avaliação de ministros da Corte e de parlamentares é a de que Moro extrapolou os limites de sua competência como ministro ao indicar que teve acesso a dados de uma investigação sigilosa da Polícia Federal.

Fator Tabata: Movimentos de “renovação” agora querem tutelar partidos 

Os movimentos que se dizem voltados à “renovação política” preparam projetos para se infiltrar nos partidos políticos, impor regras e influenciar seus rumos. A ideia é aproveitar a repercussão do “caso Tabata Amaral” – a deputada federal que voltou a favor da nefasta reforma da Previdência, contra a orientação da bancada do seu partido, o PDT. Além de Tabata, outros parlamentares infiéis poder sofrer punição.

Bancada feminina luta por cota para eleger mais mulheres parlamentares

De olho nas eleições municipais de 2020, a bancada feminina da Câmara dos Deputados quer aprovar, nos próximos meses, uma cota para mulheres no Legislativo. A mudança garantiria a presença de mais brasileiras nos cargos de vereadora, deputada estadual e federal. Apesar de contrário à ideia, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) deve levar o tema para o plenário da Casa decidir.

Como Bolsonaro mudou o discurso e aderiu ao “toma-lá-dá-cá”

Eleito presidente do Brasil impulsionado pela onda antissistema e com a promessa de acabar com o chamado “toma-lá-dá-cá”, Jair Bolsonaro (PSL) traiu a promessa e o discurso. Seus primeiros seis meses de gestão mostram que o fisiologismo corres solto na base bolsonarista. É o caso explícito de uma oferta concretizada na semana passada: o pagamento imediato de R$ 10 milhões em emendas extras para cada deputado federal, em troca de apoio à reforma da Previdência.

 Congresso esnoba projetos da agenda genuinamente bolsonarista

Em seis meses na Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) coleciona derrotas na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. As medidas econômicas de seu governo até tramitam no Legislativo, apesar das dificuldades na relação do Planalto com o Congresso. Em compensação, deputados e senadores têm resistido à pauta mais identificada com o discurso de campanha de Bolsonaro. Até o momento, todos os projetos dessa “agenda genuinamente bolsonarista” foram esnobados.

Jerry participa de ato da Frente Parlamentar dos Povos Indígenas

Oficialmente inaugurado na Câmara dos Deputados, o colegiado pretende dar mais visibilidade às ações e propostas em prol da população indígena 

Márcio Jerry acompanha temas em defesa de Micro e Pequenas Empresas

Ao lado do secretário do Trabalho e Economia Solidária do Maranhão, Jowberth Alves, Jerry teve acesso às nove das 272 propostas que deverão ser acompanhadas de perto pelo colegiado no Congresso Nacional

1 2 3 4 5 26