A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: getúlio vargas

A Carta Testamento de Getúlio Vargas é uma arma contra o golpe atual

A Carta Testamento que Getúlio nos deixou é um dos mais importantes documentos de referência política e ideológica em defesa dos interesses nacionais.

1954 – Câmara derrota tentativa de impeachment de Getúlio Vargas

Um episódio mal conhecido da história republicana ocorreu em 1954 mas ficou eclipsado pela crise final do governo de Getúlio Vargas, que terminou em 24 de agosto daquele ano, com o suicídio do presidente.

Por José Carlos Ruy

Buonicore: Radicalização e crise do segundo governo Vargas

Em 24 de agosto de 1954, diante do golpe em curso, o presidente Getúlio Vargas se suicidou. As condições de sua morte e, especialmente, o teor nacionalista de sua carta-testamento, levaram a uma verdadeira rebelião popular nas grandes cidades brasileiras. As redações dos jornais e sedes dos partidos oposicionistas foram atacadas pela multidão enfurecida.

Por Augusto C. Buonicore*

Walter Sorrentino: Renúncia, grandeza?

FHC vem de pregar a renúncia de Dilma que seria um “gesto de grandeza”. ​Foi a forma encontrada por ele, em meio aos impasses da oposição, para “forçar” a saída de Dilma. ​Em que fatos da história política do país se apoiou o ex-presidente?

Por Walter Sorrentino*

O caso Genny Gleizer: a garota judia e comunista deportada por Vargas

A história dos comunistas brasileiros está cheia de heroínas. Mas grande parte delas, infelizmente, continua desconhecida. Tratarei neste artigo de uma dessas personagens. Há 80 anos um acontecimento abalou a esquerda brasileira e deu início a uma grande campanha de caráter nacional, envolvendo amplos setores políticos e sociais. Refiro-me à prisão e deportação da jovem comunista judia Genny Gleizer. Um episódio, dentre muitos outros, que manchou a reputação da justiça brasileira.

Professor Carlão: Quem matou Getúlio Vargas?

Sempre que o debate sobre a Era Vargas vem à tona, eu me pergunto: quem matou Getúlio Vargas? Sobre o seu suicídio, em carta ele abre dizendo “Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim.”

Por: Professor Carlão*, no Portal da UJS

Ricardo Kotscho: Cerco a Dilma lembra Getúlio

"Dilma não é Getúlio, eu sei, o Brasil e o mundo não são os mesmos de 60 anos atrás, mas há muitas circunstâncias e personagens bem semelhantes nestes distintos períodos da vida nacional", escreve o jornalista Ricardo Kotscho, em seu blog. Confira íntegra do artigo intitulado "60 anos depois, cerco a Dilma lembra Getúlio".

Lula Morais compara momento atual do País a ataques contra Getúlio

O deputado estadual Lula Morais (PCdoB) comparou, em pronunciamento no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (11/11), a resistência de setores da imprensa à eleição de Dilma Rousseff ao que ocorreu na campanha desencadeada por Carlos Lacerda, da década de 1950, contra Getúlio Vargas. De acordo com o parlamentar, diante das realizações do Governo Federal, não se justifica os ataques contra a presidência da República por setores conservadores da mídia nacional.

Vargas, JK, Jango, Lula, Dilma e a oposição ao desenvolvimento

Todos os governos desenvolvimentistas brasileiros foram atacados, solapados, um deles derrubado. Foi assim com Getúlio Vargas, com Juscelino Kubitschek, com João Goulart, com Lula e com Dilma. Um ranço da República Velha e da Revolução de 1930, que insiste em retardar o desenvolvimento do Brasil. Parece que não querem o País como potência mundial.

Por Laurez Cerqueira*, no Jornal GGN

Suicídio do ex-presidente Getúlio Vargas completa 60 anos

“Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História”. A frase, uma das mais célebres passagens da história política brasileira, encerra a carta-testamento deixada por Getúlio Vargas. Há 60 anos, no dia 24 de agosto de 1954, o então presidente tirou a própria vida em meio à pior crise enfrentada em seus anos de atuação política.

Lira Neto fala sobre o terceiro volume de seu livro "Getúlio"

 No mês que marca 60 anos do suicídio de Getúlio Vargas, o jornalista Lira Neto lança o último volume da trilogia que aborda detalhes da vida de uma das personalidades brasileiras mais marcantes da história.

Reportagem especial lembra 60 anos do suicídio de Getúlio Vargas 

Os 60 anos do suicídio do ex-presidente Getúlio Vargas são abordados nessa entrevista do Jornal do Senado. O senador Pedro Simon (PMDB-RS) relembra os acontecimentos que chocaram o país no dia 24 de agosto de 1954. Segundo Simon, o suicídio foi um ato de heroísmo. Para o jornalista Lira Neto, autor da trilogia Getúlio, a ideia do “sacrifício” já aparecia nas anotações de Vargas em1930. Para o historiador Antonio Barbosa, o gesto de Getúlio adiou em 10 anos o golpe militar.  

1 2 3 4 5