A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Golpe no Brasil

Dino: “Lembrar história verdadeira da ditadura para não repetir”

Dino classifica a ditadura militar, iniciada no Brasil em 31 de março de 1964, como um golpe, uma violência contra a Constituição e contra a democracia

Democracia em Vertigem no Oscar: cai de vez a máscara do golpe

Brasil e mundo têm cada vez mais convicção de que Dilma sofreu um golpe em 2016.

Aluisio Arruda: América Latina, vítima dos golpes 

Dos cinco continentes, a África e a América Latina são as maiores vítimas dos golpes. Na África, quase sempre é sob o comando de franceses, ingleses, japoneses. Na América Latina, é quase sempre pelos americanos, ou seja, ricos massacrando pobres. Aqui, o país mais violentado, com cerca de 193 golpes desde 1825, é a Bolívia. Mas a Venezuela já sofreu 12, o Brasil dez, a Argentina seis.

Por Aluisio Arruda*

Legado do golpe: Brasil cresce apenas 1,1% no último ano de Temer 

A expansão consistente da economia brasileira – uma das promessas dos golpistas que depuseram a presidenta Dilma Rousseff (PT) – não se concretizou. Em 2018, no último ano sob o governo Michel Temer (MDB), o Produto Interno Bruto (PIB) do País cresceu apenas 1,1% – um “pibinho” rigorosamente igual ao de 2017.

Triste fim do usurpador Michel Temer

Presidente golpista sai do Palácio do Planalto e entra para história com a marca indelével de usurpador e mercenário político.

Por que ganhou. Ganhou por que?

Buscar entender os motivos da vitória de Jair Bolsonaro nas últimas eleições presidenciais é uma tarefa complexa e que exigirá tempo para que os múltiplos aspectos dessa batalha sejam conhecidos, analisados e compreendidos. Ouso tentar contribuir para esse processo.

Por Ronald Freitas*

“O IDH no Brasil deve cair com o Teto de Gastos”, diz especialista

As eleições para Presidente da República e para o Congresso Nacional, que acontecem em 7 de outubro, serão cruciais para a evolução ou o retrocesso do desenvolvimento humano no Brasil das próximas décadas. Afinal, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) está estagnado há três apurações e o Brasil não consegue sair da 79ª posição.

PT provou que investimento público gera emprego de qualidade

Nos últimos três anos, o mercado de trabalho brasileiro retrocedeu aos anos 1990, época do governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, quando se falava até que o emprego formal estava em extinção, tese que o ex-presidente Lula derrotou ao assumir, em 2003, e gerar 15 milhões de empregos em oito anos de governo.

Por Rosely Rocha

Governo se aproveita de incêndio para privatizar museus

Sem consultar os profissionais de museus, o presidente Michel Temer assinou medida provisória, no último dia 10 de setembro, que cria a Agência Nacional de Museus (Abram) e extinguir o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), instituto vinculado ao Ministério da Cultura (MinC). Se a MP for aprovada pelo Congresso, a Abram passa a fazer a gestão dos 27 museus federais, hoje geridos pelo Ibram.

Após cortes, Minha Casa Minha Vida tem menor verba desde 2009

Segundo a União, a proposta de Orçamento para 2019 prevê a destinação de apenas R$ 4,6 bilhões para o Minha Casa Minha Vida. Representantes de movimentos de moradia alertam que esse corte irá reverberar de forma negativa nos próximos anos, além de estar combinado com uma “fórmula explosiva de recessão, desemprego e aumento dos aluguéis”. As contratações para a faixa 1 9família de baixa renda) do programa habitacional estão paralisadas desde abril.

Por Verônica Lugarini

Trabalhadores do serviço público entram no STF contra calote de Temer

A Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) protocolou Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal contra a medida provisória (MP 849/18), que adia para 2020 o reajuste do funcionalismo federal, previsto em lei para o ano que vem.

Eleição: Pastorais defendem programa que revogue teto de gastos

Pastorais da igreja católica, entre elas a pastoral operária, Cáritas Brasileira, Comissão Pastoral da Terra e Comissão de Justiça e Paz divulgaram documento de orientação para as eleições de outubro. No texto, as pastorais propõem a revogação da reforma trabalhista e do teto de gastos, entre outros pontos. As entidades afirmam que o momento nao é de "lavar as mãos" e "exige solidariedade com os empobrecidos, oprimidos e marginalizados".

1 2 3 37