A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: greve dos servidores públicos federais

Parlamentares e servidores unidos contra desmonte do Estado

Ato na Câmara fortalece greve geral do serviço público no dia 18 de março. As mobilizações no parlamento e nas ruas serão as principais armas do movimento.

Uma vitória que dignifica o vigor e a luta de São Paulo

Num momento de perdas de direitos trabalhistas no País, de pressão contra o sindicalismo, a atuação e vitória dos servidores municipais e da população paulistana têm um significado e um exemplo enormes à luta democrática no País.

Allen Habert*

Katianne Wirna: A democracia entra em greve

"Em sendo a greve um direito fundamental, não se pode admitir que o seu exercício consista na renúncia de outro direito fundamental, o da própria subsistência. Greve com corte de salário pelo patrão não é direito; é castigo, uma barbárie institucionalizada”.

Por *Katianne Wirna

Direito de greve na esfera pública federal é assegurado pela AGU

A Advocacia-Geral da União (AGU) confirmou a legalidade e a constitucionalidade do Decreto Presidencial que estabelece o direito à greve na administração pública federal. O decreto foi contestado pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco), após greve de auditores fiscais da Receita Federal, ocorrida em junho de 2012. Segundo a associação, as greves implicariam em “graves e irreparáveis” danos à Fazenda Nacional.

Greve continua nos bancos públicos em todo país

Após as assembleias dos bancários realizadas na noite de quarta-feira (26) e na manhã desta quinta (27), os trabalhadores decidiram manter a greve nos bancos públicos Banco do Brasil (BB), Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB), além dos Banco do Estado de Sergipe (Banese) e Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul).

Trinta e cinco federais decidem pelo fim da greve

A greve dos professores nas instituições federais chegou ao fim em 35 de 57 unidades. Das 59 instituições federais de educação superior, duas não aderiram às paralisações. Na manhã desta quarta-feira (12), a Universidade Federal de Lavras (Ufla) decidiu, em assembleia, retomar as atividades. Na noite de terça (11), o retorno foi decidido nas universidades federais de Goiás (UFG) e Rural do Semiárido (Ufersa).

Unifesp, UFABC e outras federais encerram greve pelo país

Nesta segunda-feira (10), as universidades federais do ABC (UFABC), Fronteira Sul (UFFS) e a de Alfenas (Unifal) retomaram as aulas. Até agora, professores de nove universidades federais e de dez câmpus isolados de outras instituições voltaram às atividades acadêmicas.

Projeto sobre greve de funcionalismo proibirá operação-padrão

O projeto de lei que o governo federal encaminhará em breve ao Congresso Nacional para regulamentar o direito de greve dos servidores públicos deve incluir um dispositivo proibindo diversas categorias de realizar a chamada operação-padrão. A informação é do advogado-geral da União, ministro Luís Inácio Adams.

Estudantes da UFRJ devem voltar a ter aulas na próxima segunda

Para repor as aulas perdidas com a greve mais longa da instituição, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) elaborará um novo calendário acadêmico na quarta-feira (5). A previsão é que os 40 mil alunos retornem às salas de aulas na segunda-feira (10). Na sexta-feira (31), com ampla maioria dos votos, os professores encerraram a greve.

Dezoito categorias de servidores federais encerram greve

Dezoito categorias de servidores ligados à Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) aceitaram, nesta terça-feira (28), a proposta do governo de reposição de 15,8%, dividida em três anos. A decisão, tomada pela maioria em plenária, encerra a greve que durava cerca de dois meses em todo o país. Com isso, cerca de 250 mil servidores voltam a seus postos de trabalho na segunda-feira (3).

Governo tenta novo acordo com servidores até manhã de terça

Os servidores federais em greve há mais de três meses têm até o final da manhã de terça-feira (28) para dizer se aceitam ou não a proposta de reajuste do governo de 15,8%, dividido em três anos. O governo afirma que o prazo para negociação com os servidores foi encerrado no domingo (26).

Liminar que proibia corte de ponto de policiais é cassada

A desembargadora Marga Inge Barth Tessler, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre, suspendeu na noite de ontem (24) a liminar que impedia a União de fazer qualquer desconto salarial dos servidores da Polícia Federal (PF) em greve no Rio Grande do Sul.

1 2 3 5