A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Islamismo

Somos todos Baga? Ataque mata duas mil pessoas na Nigéria

Enquanto todos os olhos se voltam comovidos para a França por conta dos ataques de radicais islâmicos, na Nigéria, segundo aponta a Anistia Internacional, o ataque ocorrido na quinta-feira (8), pelo grupo Boko Haram matou duas mil pessoas, principalmente mulheres e crianças, na cidade de Baga e centenas de corpos continuam espalhados.

Plínio Zúnica: Por que não sou Charlie Hebdo

O que as caricaturas de Mohammad fazem é respaldar ódio e ignorância sobre o islã, as comunidades muçulmanas francesas e os povos árabes.

Por Plínio Zúnica*, publicado no Opera Mundi

Hezbollah: Ataque na França é mais nocivo para Islã que caricaturas

O presidente do Hezbollah, movimento de resistência islâmica no Líbano, condenou nesta sexta-feira (9) o ataque ao jornal francês Charlie Hebdo, que deixou 12 mortos, a maioria jornalistas, na França.

Nasrallah: Estado Islâmico é maior distorção do Islã

O secretário-geral do Partido de Deus do Líbano (Hezbolá), Sayed Hassan Nasrallah, em discurso proferido no dia da Ashucra, feriado muçulmano em homenagem ao martírio do Imã Hussein e que foi comemorado em 27 de outubro, opôs-se categoricamente à expansão da corrente religiosa muçulmana takfirista que, segundo ele, é responsável pela degradação que o islamismo foi vítima nos últimos anos.

Ocidente quer Irã para destruir Estado Islâmico

O combate das forças da coalizão contra a organização Estado Islâmico (EI) está se reforçando. Os franceses se juntaram aos ataques aéreos dos EUA contra objetivos do Estado Islâmico. No total foram realizados quase 200 ataques aéreos.

Por Vladímir Sájin, na Voz da Rússia

Mais de 14 mil muçulmanos chineses partem em peregrinação a Meca

Mais de 12 mil muçulmanos chineses partiram para a peregrinação anual a Meca, cidade na Arábia Saudita.

Noam Chomsky: “Exército Islâmico e a nossa era”

Não é prazeroso ficar a matutar sobre a ideia de que, enquanto o crepúsculo cai sobre o mundo, passa pela cabeça da coruja de Minerva a dura tarefa de assumir a interpretação da atual era da civilização humana, que hoje está se aproximando de seu inglório fim.

Por Noam Chomsky*, no Information Clearing House

Nigéria: 63 mulheres sequestradas pelo Boko Haram conseguem fugir

Segundo fontes de segurança da Nigéria, 63 mulheres, raptadas em junho pelo grupo terrorista Boko Haram no noroeste do país, conseguiram fugir de seus sequestradores. As vítimas escaparam na noite da última sexta-feira (04), quando os membros do grupo deixaram o local do cativeiro onde se escondiam para atacar os militares do Exército nigeriano em uma área próxima.

Nigéria: Sequestro de meninas é usado para promover intervenção

A notícia sobre o sequestro de mais de 200 garotas pelo grupo extremista Boko Haram, na Nigéria, comoveu o mundo. A organização internacional de defesa dos direitos humanos, Anistia Internacional, entre outas, chegou a impulsionar a campanha lançada por uma mãe, “Devolvam-nos as nossas garotas”. Entretanto, a intensificação da denúncia e a forma com que é feita provoca a preocupação com uma nova instrumentalização da tragédia para justificar outra intervenção militar.

Nigéria está em alerta vermelho após ameaça de ataque terrorista

As Agências de segurança e contrainteligência da Nigéria declararam “alerta vermelho” nesta sexta-feira (27) até início de janeiro, pois receberam um aviso a respeito de que a seita terrorista Boko Haram planeja um grande ataque no país.

Extremistas islâmicos matam quatro civis na Síria

Disparos de morteiro lançados nesta terça-feira (24), por extremistas islâmicos opostos ao governo do presidente Bashar Al-Assad, contra uma zona residencial de Damasco mataram quatro civis. Segundo fontes policiais, o estouro dos quatro projéteis deixou outros 20 feridos, alguns deles gravemente, e provocou danos materiais em edificações próximas aos lugares de impacto.

Arábia Saudita financiou ataques contra a Síria, diz terrorista

Em entrevista  à TV estatal da Síria nesta terça-feira (24), em Damasco, capital do país, um extremista islâmico confessou ter cometido crimes para prejudicar os partidários do governo do presidente Bachar Al-Assad. Ele disse ter recebido financiamento de países como Arábia Saudita e Catar para assassinar civis e miliares.

1 2 3 4