A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: juros

BC reduz juros a 2% ao ano, e revela economia recessiva

Com os juros no menor patamar desde 1996, BC tenta estimular economia recessiva e sinaliza mais redução nos próximos meses.

Por onde reativar a economia?

A austeridade é uma ideia questionada até mesmo pelo Fundo Monetário Internacional – FMI, mas muito prestigiada no atual superministério da economia.

Copom reduz taxa Selic para 2,25% ao ano, menor da série histórica

O Banco Central (BC) diminuiu, pela oitava vez consecutiva, os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 2,25% ao ano, com corte de 0,75 ponto percentual.

Senado deve aprovar hoje teto para juros do cartão e cheque especial

Representantes do governo não se manifestaram sobre o projeto, que tem apoio de senadores da base e da oposição

Dólar bate recorde e fecha em R$ 5,84 após corte de juros

Indicação de novas reduções na Selic pressiona cotação com fuga de dólares

Senador pede juros mais baixo diante do alto lucro dos bancos no país

Itaú bateu recordes de lucros sucessivos nos últimos anos. Antes da crise do coronavírus – e de anunciar a doação de R$ 1 bilhão para combater a doença – o banco demitiu mais de 7 mil funcionários

Bolsa fecha em queda de 10,35%; dólar atinge R$ 5,20

Os temores relacionados aos impactos na economia mundial da pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, não arrefeceram.

Em novo recorde, dólar fecha a R$ 4,39

A alta recorde reflete preocupações dos investidores com o cenário econômico.

Corrida à Bolsa pode se transformar em “bolha”, alerta banqueiro

A “corrida” de pessoas físicas à Bolsa, fugindo dos juros historicamente baixos, ainda não pode ser classificada como uma “bolha”. Quem diz isso é o presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher, de acordo com a Agência Estado.

O cardápio de avestruz de Paulo Guedes e os Marshall ingleses

O ministro da Economia ancora seu projeto na redução da taxa de juros, associada a um custo social que o povo não tem condições de suportar.

Países emergentes apontam tendência de corte de juros

Diante da perspectiva de desaceleração do crescimento econômico, inflação relativamente controlada e afrouxamento monetário do Federal Reserve dos EUA e Banco Central Europeu, o BNP Paribas está convencido de que autoridades monetárias de mercados emergentes vão continuar a reduzir os juros.

Taxas de juros no cheque especial batem novo recorde

 Os banqueiros estão lucrando como nunca à custa dos clientes. 

Por Umberto Martins, do Portal CTB

1 2 3 53