A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: lucro

Enquanto o financismo prospera, setor produtivo definha

O resultado dos maiores bancos do país para 2015 e um estudo do IBGE sobre a indústria brasileira indicam que há algo muito errado com a economia no Brasil. Enquanto o Itaú Unibanco e o Bradesco lucraram, juntos, mais de R$ 40 bilhões no ano passado, a produção industrial recuou 8,3%. Enquanto o financismo prospera, engordando o bolso de poucos privilegiados, o setor produtivo definha, fazendo com que trabalhadores percam seus empregos e atrasando a retomada do crescimento.

Bancos aumentam lucros por um lado, mas demitem pelo outro

 A crise que afeta a economia brasileira, atingindo em cheio as forças produtivas, parece não abalar o setor financeiro. O Bradesco e o Santander anunciaram que 2015 foi um ano de aumento nos lucros. Juntos, tiveram ganhos de quase R$ 24 bilhões. Para os trabalhadores, há pouco o comemorar. Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em parceria com o Dieese, as instituições financeiras do país fecharam mais de 10 mil postos no ano passado.

Bancos lucram por um lado, mas demitem pelo outro

A crise que afeta a economia brasileira, atingindo em cheio as forças produtivas, parece não abalar o setor financeiro. O Bradesco e o Santander anunciaram que 2015 foi um ano de aumento nos lucros. Juntos, tiveram ganhos de quase R$ 24 bilhões.  Para os trabalhadores, há pouco o comemorar. Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em parceria com o Dieese, as instituições financeiras do país fecharam mais de 10 mil postos no ano passado.   

Apesar do lucro, bancos fecharam quase 10 mil postos de trabalho

Apesar de continuarem com lucros elevados, os bancos fecharam quase 10 mil postos de trabalho (9.886) em 2015, segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) em parceria com o Dieese. O total é quase duas vezes maior do que o ano anterior (5.004).

Cofecon defende imposto sobre lucros e dividendos

A cobrança de Imposto de Renda (IR) sobre lucros e dividendos poderia substituir, com vantagem, a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), defendeu, nesta sexta (27), o Conselho Federal de Economia (Cofecon). Em carta aberta à Presidência da República e ao Congresso Nacional, a entidade pediu a restituição do tributo, que deixou de ser cobrado em 1995.

MP que eleva alíquota sobre lucro dos bancos é aprovada na Câmara

Por 277 votos favoráveis e 77 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 675/15, que eleva de 15% para 20% a alíquota da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) de instituições financeiras: bancos, seguradoras, administradoras de cartões de crédito.

No trimestre, Banco do Brasil registra aumento de 6,3% nos lucros

O Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 3,008 bilhões, no segundo trimestre deste ano, com crescimento de 6,3%, na comparação a igual período de 2014 (R$ 2,829 bilhões). Os ativos do Banco do Brasil atingiram R$ 1,534 trilhão em junho deste ano, crescimento de 9,5% em 12 meses e 0,7% em relação ao trimestre anterior.

Petrobras registra lucro líquido de R$ 5,9 bilhões no trimestre

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse que ficou muito satisfeito com os resultados alcançados pela companhia no segundo trimestre deste ano, quando teve lucro líquido de R$ 531 milhões, em especial com o resultado operacional, que ocorreu dentro da política de transparência que a empresa vem desenvolvendo e a busca da previsibilidade no tratamento do seu planejamento tributário.

Banco do Brasil tem lucro de R$ 5,8 bilhões no primeiro trimestre

O Banco do Brasil (BB) informou nesta quinta-feira (14) que registrou lucro líquido de R$ 5,818 bilhões no primeiro trimestre de 2015. O montante cresceu 93,3% em relação aos R$ 3 bilhões registrados no quarto trimestre de 2014 e 115,4% na comparação com os R$ 2,7 bilhões do primeiro trimestre do ano passado.

Mesmo com lucro de R$ 5,7 bilhões, Itaú continua com demissões

Dados divulgados nesta terça-feira (5), apontam que o Itaú Unibanco, maior banco privado brasileiro, encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 5,73 bilhões, ou seja, cifra 29,7% maior que o registrado em 2014. Mesmo com as cifras positivas o Itaú não parou com as demissões que, desde 2011, somaram mais de 16 mil bancários sem emprego.

Por Joanne Mota, da Rádio Vermelho

Bancos lucram R$ 60,3 bilhões; Cifra compromete desenvolvimento

Estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) sobre o desempenho dos bancos em 2014 aponta que setor registrou crescimento de 18,5% em seus lucros, com montante de R$ 60,3 bilhões.

BNDES registra crescimento de 5,4% nos lucros em 2014

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro líquido de R$ 8,594 bilhões no exercício de 2014. O total apresentado representa crescimento de 5,4% em relação aos R$ 8,150 bilhões obtidos em 2013.

1 2 3 4 5