A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Luta pela Paz

Conselho da Paz dos EUA comenta situação política e apela à unidade

O Conselho da Paz dos Estados Unidos, membro do Conselho Mundial da Paz (CMP), emitiu uma nota neste domingo (10) comentando a situação no país diante da invasão do Congresso estadunidense, em 6 de janeiro, por convocatória do presidente cessante, Donald Trump.

Varsóvia, novembro de 1950 – nasce o Conselho Mundial da Paz

A construção de um movimento de caráter mundial para defender a paz, o desarmamento, a igualdade entre Estados e o direito dos povos ao desenvolvimento soberano teve no Segundo Congresso Mundial da Paz, realizado em Varsóvia entre 16 e 22 de novembro de 1950, um momento culminante.

Conselho Mundial da Paz pede diálogo nas tensões Azerbaijão-Armênia

O conflito em Nagorno-Karabakh, entre Armênia e Azerbaijão, no sul do Cáucaso, arrasta-se desde a dissolução da União Soviética e ficou “congelado” desde o cessar-fogo de 1994, após confrontos que provocaram a morte de milhares de pessoas.

75 anos de Hiroshima-Nagasaki: reforçar a luta contra armas nucleares

A presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, emitiu nesta quinta-feira (6) sua nota de solidariedade com as vítimas e sobreviventes dos bombardeios atômicos dos Estados Unidos contra os japoneses, apelando ao reforço da luta internacional contra as armas nucleares. Leia o texto a seguir:

Dia internacional da Paz – Comemorar e Mobilizar

Neste 21 de setembro, quando se comemora o Dia Internacional da Paz, devemos intensificar nossos esforços na divulgação e realização de atividades em defesa da paz e do respeito à autodeterminação dos povos. Por Wevergton Brito Lima*

Seminário Internacional debate direitos humanos e luta pela democracia

Aconteceu nos dias 20 e 21 de março no auditório setorial básico da Universidade Federal do Pará o Seminário Internacional “Direitos Humanos e Luta Pela Terra na Amazônia Paraense” no qual debateu: direitos humanos, verdade, memória, justiça e a luta pela democracia na atualidade.

Por Moisés Alves, de Belém

Morto há 37 anos, Lennon dedicou sua vida à música e à luta pela paz 

Nascido em 1940, em uma família de operários ingleses, criado pela tia, John Lennon viveu uma juventude conturbada, mas conheceu o sucesso logo no início dos anos de 1960, através da banda The Beatles, que fundou junto com Paul McCartney

Pela paz, a unidade e a integração de Nossa América

Representantes de movimentos sociais e forças políticas reuniram-se durante os dias 23 e 24 de janeiro, na capital da República Dominicana, Santo Domingo, por ocasião da V Cúpula da Comunidade dos Estados Latino Americanos e do Caribe (Celac) que se realizou nos dois dias subsequentes. O encontro, com o tema: “Pela paz, a unidade e a integração de Nossa América”, aprovou a Declaração de Santo Domingo. Abaixo leia a íntegra.

21 de setembro: A necessidade de todos lutarem pela paz

A Assembleia Geral da ONU de 30 de novembro de 1981 estabeleceu o dia 21 de setembro como o Dia Internacional da Paz. Para a ONU, o objetivo é sensibilizar as pessoas para a necessidade da paz e da solidariedade mundial. A presidenta do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz e do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, defende o aprofundamento do tema: “é preciso que se reflita porque o mundo enfrenta ameaças cada vez maiores”, disse ela.

Fausto Sorini: Que fazer diante dos sinais de guerra?

Estamos em presença de uma escalada terrorista em nível internacional que vê neste momento uma perigosa ascensão.

Por Fausto Sorini, no Portal Marx 21

Editor do Vermelho avalia retomada de mesa de negociação na Colômbia

“Alcançar a paz é o desejo das Farc, da sociedade colombiana, dos países e povos amigos da Colômbia. Se é também a vontade do governo, não poderia haver notícia mais alvissareira”, declarou José Reinaldo Carvalho, editor do Vermelho, ao falar sobre o retorno, no próximo dia 26 de janeiro, da mesa de negociações para discutir o processo de paz naquele país.

Da Rádio Vermelho

Filipe Diniz: 1914-1918

Passam 100 anos sobre o início da Primeira Grande Guerra (1914-1918). Para os comunistas e para toda a humanidade progressista os acontecimentos de há cem anos e o mundo que se lhes seguiu permanecem um tema central de estudo.

Por Filipe Diniz *, no jornal “Avante”

1 2 3 6