Marcha pela Vida será nesta terça-feira (9)

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), juntamente com as entidades e instituições que compõem a Frente pela Vida, realiza na próxima terça-feira (9) a Marcha Pela Vida, movimento virtual em defesa de valores fundamentais para a sociedade brasileira e que chama a atenção para a situação política, social e sanitária do país.

Marcha pela Vida, SBPC

Durante todo o dia, serão realizados debates, webinars, atos, apresentações culturais e manifestações de forma virtual, por conta da necessidade de distanciamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus. 

Segundo o presidente da SBPC, Ildeu Moreira, a ideia de organizar a Marcha surgiu após o sucesso da Marcha Virtual pela Ciência, realizada em 7 de maio, e por conta do agravamento da situação sanitária do país. “A situação do coronavírus no Brasil só tem piorado, chegamos a  mais de trinta mil mortos somente no Brasil, com uma ausência de planejamento adequado em escala nacional, que apoie efetivamente o sistema único de saúde e siga as orientações das organizações de saúde e da ciência. É uma situação gravíssima de emergência em saúde pública. Isso exige de todos nós união, para que nos mobilizemos na busca de soluções conjuntas para o bem comum”, explica o presidente. 

foto mostra ildeu moreira, presidente da sbpc
Segundo Ildeu Moreira, gravidade da situação no país motivou a organização da Marcha Pela Vida

A programação terá início no período da manhã com atividades (debates e webinars) realizadas por entidades locais integrantes do movimento. Das 12h às 13h, será realizado um tuitaço com a hashtag #MarchaPelaVida. Às 16h, será apresentado o conteúdo de um documento da Frente Pela Vida, onde serão pontuadas as causas defendidas pela marcha, a ser encaminhado aos parlamentares do Congresso Nacional, em Brasília. A marcha termina com apresentações culturais transmitidas das 18h às 19h. Ao longo do dia, os participantes poderão se manifestar em tempo real de qualquer lugar pelo aplicativo Manif.app. Criada na França, a ferramenta permite demonstrar apoio a manifestações obedecendo as recomendações de distanciamento social. 

Confira a programação completa:

Manhã: Atividades setoriais/locais associadas ao tema VIDA (webinars, etc)
12h-13h: Tuitaço com a hashtag #MarchaPelaVida
12h: Manifestação virtual em Brasília, com avatares (Manif.app)
13h-15h: Painel online de depoimentos de pessoas de todos os setores sociais em torno dos 6 eixos da Declaração “Marcha pela Vida”;
16h: Ato político de apresentação pública dos pontos essenciais da Marcha;
18h-19h: Programação cultural

A organização da Marcha Pela Vida também convida os participantes a postarem vídeos curtos em seus perfis nas redes sociais falando da importância de aderir ao movimento. Utilize nas postagens a hashtag #MarchaPelaVida e marque o perfil @SBPCnet, para que a SBPC compartilhe os vídeos. 

Frente Pela Vida

A Frente Pela Vida reúne organizações do país que defendem a vida, a saúde, a ciência e a democracia. Ela é conduzida pela SBPC e conta com o apoio da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Conselho Nacional de Saúde (CNS), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), o Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), a Sociedade Brasileira de Bioética (SBB) e a Rede Unida, além de outras entidades. “O movimento busca reunir todos os setores da sociedade civil para discutir, debater e propor caminhos para que o País consiga enfrentar esta pandemia e superar a situação crítica que vivemos”, comenta Ildeu. 

No dia 29 de maio, a Frente lançou uma declaração pública em que enumera os seis pilares básicos defendidos, que representam os valores essenciais para a sociedade brasileira:

– O direito à vida é o bem mais relevante e inalienável da pessoa humana, sem distinção de qualquer natureza;
– As medidas de prevenção e controle no enfrentamento da pandemia da COVID-19 devem ser estabelecidas com base científica e rigorosamente seguidas a partir de planejamento articulado entre os governos federal, estadual e municipal;
– O Sistema Único de Saúde – SUS é instrumento essencial para preservar vidas,  garantindo, com equidade, acesso universal e integral à saúde;
– A solidariedade, em especial para com os grupos mais vulneráveis da população, é um princípio primordial para uma sociedade mais justa, sustentável e fraterna;
– É imprescindível para a vida no Planeta a preservação do meio ambiente e da biodiversidade, garantindo a todos uma vida ecologicamente equilibrada e sustentável;
– A democracia e o respeito à Constituição são fundamentais para assegurar os direitos individuais e sociais, bem como para proporcionar condições dignas de vida para todas e todos os brasileiros.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *