Ministro das Comunicações é 11o. diagnosticado com Covid-19

Fabio Faria diz que sentiu sintomas leves e acredita ter sido infectado durante jantar de confraternização entre governo e deputados.

Montagem de Cezar Xavier sobre foto de Valter Campanato/ABr)

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou hoje (15), em um vídeo divulgado nas redes sociais, que teve resultado positivo para a covid-19. Segundo ele, a contaminação pode ter ocorrido durante um jantar há mais de uma semana.  

O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro também tiveram Covid-19, em julho. Bolsonaro foi diagnosticado com a virose no dia 7 de julho. Por mais de duas semanas, ele mudou a rotina e permaneceu isolado no Palácio da Alvorada, com despachos e reuniões por videoconferência.

Faria é o décimo-primeiro ministro do governo federal a ter sido infectado pela doença. Todos os quatro ministros que despacham no Palácio do Planalto já se infectaram com a nova doença. Trabalham no mesmo prédio que o presidente Jair Bolsonaro os ministros da Casa Civil, Walter Braga Netto, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos e da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

O ministro aproveitou para dizer que está tomando, desde ontem (14), a hidroxicloroquina combinada com azitromicina e citou outras medicações complementares. A hidroxicloroquina não é indicada por médicos e cientistas para o combate ao coronavírus, mas faz parte de um kit sugerido pelo presidente Bolsonaro. Faria ainda destacou que seguirá trabalhando, mas isolado em casa.   

Faria informou que tem observado seus sintomas desde o jantar na segunda-feira, 5, que “selou a paz” entre Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Paulo Guedes, da Economia. “Na semana passada eu participei de um jantar, na outra segunda-feira. Após o jantar alguns participantes começaram a testar positivo para o coronavírus”, disse. Outros ministros testaram positivo para Covid-19 depois da mesma confraternização.

“Eu cheguei em casa, pela primeira vez, ontem, no final da tarde, com febre 37,1º. Até então, não tinha passado de 36º. Junto com a febre, dor de cabeça. Fiz o teste do dia, aquele do dedo, deu negativo. Depois, fui no hospital, fiz o teste de exame de sangue, que saiu hoje, também, e deu negativo. Mas, após isso, acabou de chegar o PCR, deu positivo. Então, eu quero dizer a você que estou muito bem, saúde boa, a dor de cabeça já foi embora”, acrescentou.

“Assim que eu tive o sintoma, comecei o tratamento com a hidroxicloroquina e azitromicina. Vou incluir agora mais um corticoide e um anti-coagulante, mas assim, já estou com zero sintoma, a dor de cabeça já foi embora, eu praticamente estou total assintomático. Vou continuar trabalhando, cumprindo minha agenda integral, obviamente, isolado, em home office, cumprindo as normas do Ministério da Saúde e logo estarei de volta”.

Além dos ministros e do presidente, outras autoridades também já contraíram a Covid-19. Entre elas, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o procurador-geral da República, Augusto Aras, e a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministra Maria Cristina Peduzzi.

MINISTROS COM COVID-19

  1. Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)
  2. Bento Albuquerque (Minas e Energia)
  3. Milton Ribeiro (Educação)
  4. Onyx Lorenzoni (Cidadania)
  5. Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações)
  6. Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União)
  7. Braga Netto (Casa Civil)
  8. Jorge Oliveira (Secretaria-Geral)
  9. Marcelo Álvaro Antônio (Turismo)
  10. Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo)

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *