Após apagão de dados, Brasil registra 926 novas mortes por Covid-19

País registra 164.332 óbitos e 5.783.647 diagnósticos pela Covid-19, segundo levantamento junto às secretarias estaduais de Saúde.

Testes podem evitar segunda onda da Covid-19 em Salvador

O país registrou 926 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 164.332 óbitos desde o começo da pandemia. O levantamento é do consórcio da imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Mesmo assim, a média móvel de 365 mortes aponta tendência de queda de 16%.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, foram 908 novas mortes nas últimas 24 horas, totalizando 164.281.

É o maior registro de mortes em 24 horas desde o dia 16 de setembro, porém, o número fora da curva deve ser reflexo de represamento causado após problemas de acesso ao sistema do Ministério da Saúde (e-SUS), que reúne os registros. Assim, alguns estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que ficaram alguns dias sem divulgar seus boletins, podem ter números de óbitos e de casos que ficaram acumulados.

Em casos confirmados, foram 34.640 novos registros em 24 horas, totalizando os 5.783.647 brasileiros já infectados desde o início da pandemia, em oito meses. Pelo levantamento do Ministério da Saúde, foram registrados 33.207 novos casos, atingindo um total de 5.781.582 diagnósticos positivos desde o começo da pandemia.

A média móvel de novos casos nos últimos 7 dias foi de 24.198 por dia, uma variação estável de 3% em relação aos casos registrados em duas semanas.

Estados

Roraima divulgou uma redução de casos no último boletim por conta de um erro na divulgação dos dados.

Oito estados apresentam indicativo de alta de mortes: Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso, Acre, Amapá, Roraima e Pernambuco.

  • Subindo (8 estados): PR, SC, ES, MT, AC, AP, RR e PE
  • Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (8 estados + o DF): DF, MS, PA, RO, TO, BA, PB, PI e RN
  • Em queda (10 estados): RS, MG, RJ, SP, GO, AM, AL, CE, MA e SE
Autor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.