Palestina é primeiro país do Oriente Médio a registrar a vacina russa

A entrega da Sputnik V à Palestina está planejada para o primeiro trimestre de 2021, com o primeiro lote previsto para chegar dentro de um mês.

Vacina russa deve combater a pandemia na Palestina em um mês

O Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, fundo de riqueza soberana da Rússia) anuncia o registro da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus pelo Ministério da Saúde do Estado da Palestina.

A vacina foi registrada sob o procedimento de autorização de uso de emergência sem ensaios clínicos adicionais no país. A Sputnik V havia sido registrada sob o mesmo procedimento anteriormente na Argélia, Argentina, Bolívia e Sérvia.

A entrega da Sputnik V à Palestina está planejada para o primeiro trimestre de 2021, com o primeiro lote previsto para chegar dentro de um mês. O fornecimento da vacina será facilitado pelos parceiros internacionais da RDIF na Índia, China, Coreia do Sul e outros países.

A Sputnik V foi registrada nestes países devido a algumas vantagens comprovadas:
• A eficácia é superior a 90%, com proteção total contra casos graves de Covid-19.
• É baseada em uma plataforma comprovada e bem estudada de vetores adenovirais humanos, que causam o resfriado comum e existem há milhares de anos.
• Usa dois vetores diferentes para as duas injeções em um curso de vacinação, proporcionando imunidade com uma duração mais longa do que as vacinas que usam o mesmo mecanismo de aplicação para ambas as injeções.
• A segurança, eficácia e ausência de efeitos negativos a longo prazo das vacinas adenovirais foram comprovadas por mais de 250 estudos clínicos ao longo de duas décadas.
• Mais de 1,5 milhão de pessoas já foram vacinadas com a Sputnik V.
• Os desenvolvedores da vacina Sputnik V estão trabalhando em colaboração com a AstraZeneca em um ensaio clínico conjunto para melhorar a eficácia da vacina AstraZeneca.
• A vacina Sputnik V foi aprovada na Rússia, Bielo-Rússia, Sérvia, Argentina, Bolívia e Argélia e o processo de aprovação da vacina na UE foi iniciado.
• Não há alergias fortes causadas pela Sputnik V.
• A temperatura de armazenamento de +2 a +8 C significa que ela pode ser armazenada em um refrigerador convencional sem a necessidade de investir em infraestrutura adicional de cadeia de frio.
• O preço é inferior a US $ 10 por injeção, tornando-a acessível em todo o mundo.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *