A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Paulo Nogueira Batista Jr.

Economista, foi vice-presidente do Novo Banco de Desenvolvimento, estabelecido pelos BRICS em Xangai, e diretor executivo no FMI pelo Brasil e mais dez países. É autor do livro "O Brasil não cabe no quintal de ninguém", lançado pela editora LeYa. E-mail: [email protected] Twitter: @paulonbjr Canal YouTube: youtube.nogueirabatista.com.br
Oportunidade de ouro para o Brasil

Por uma feliz coincidência cabe ao Brasil exercer em 2024 tanto a presidência de turno do G-20 como a dos Brics!

Conselho Monetário Nacional e Banco Central – uma revisão necessária

No governo Bolsonaro o CMN foi esvaziado com a transferência de funções estratégicas para o BC. Decisões estratégicas foram transferidas para um BC autônomo em relação ao governo eleito

Não subestimem o Brasil!

A comparação dos PIBs usando taxas de mercado tende a inflar o peso relativo dos países mais avançados e a subestimar o peso dos países emergentes e em desenvolvimento

O Brasil e seus vizinhos

Temos todo interesse em ter uma vizinhança próspera e estável. A prosperidade deles alimentará a nossa e vice-versa. O Brasil, como maior país da América do Sul, tem um papel especial a desempenhar

Heterodoxa, pero no mucho – observações sobre a política fiscal de um futuro governo Lula

Vou me dedicar ao grupo mais interessante – o dos heterodoxos extremados. O que eles dizem, com algumas poucas qualificações, é que não há limite efetivo para o gasto público quando o Estado emite uma moeda soberana e não tem dívida expressiva denominada em moeda estrangeira

Como conheci Fernando Pessoa

A maneira como conheci Pessoa, uma das minhas grandes paixões, foi um tanto estranha. Estranha, mas de alguma forma aparentada com ele mesmo

O Brasil e a guerra na Ucrânia

O Brasil não pode, evidentemente, apoiar a invasão de um país por outro. Precisamos nos ater à nossa posição tradicional de defender a busca de solução diplomática

Lula está errado

A situação externa do Brasil é muito melhor do que era em 2002

Contas públicas: onde está o drama?

As dificuldades fiscais são inegáveis. Mas será a questão das contas públicas realmente o principal problema?

As eleições de 2022 e a disputa pelo governo Lula

O que provavelmente ocorrerá agora é um deslocamento da atividade política para uma disputa de espaço dentro de um futuro governo Lula. Não adianta, leitor, dizer que isso é prematuro

Nosso futuro está logo ali

Gostaria apenas de ressaltar o que esse triunfo europeu pode prenunciar para um futuro governo Lula. Tentarei ser sereno e objetivo, ainda que os assuntos “Brasil” e “Brasil no mundo” tenham necessariamente forte carga emocional

Contra argumentos não há fatos

O que passa aqui por ciência econômica é uma outra caricatura, e paupérrima, do que se ensinava e propagava nos Estados Unidos há vinte ou trina anos atrás

1 2 3 5