A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Paulo Kliass

Doutor em economia e membro da carreira de Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental do governo federal.
O financismo ataca mais uma vez

Uma análise crítica da ofensiva contínua das elites financeiras contra os direitos sociais garantidos pela Constituição de 1988 e o impacto das políticas de austeridade no Brasil.

Brasil no pódio da taxa de juros

Discussão sobre política de austeridade e juros elevados revela a necessidade urgente de reorientação fiscal e monetária para estimular o desenvolvimento econômico e social.

Austeridade fiscal e reconstrução nacional

A profundidade da crise no Rio do Grande do Sul passou a exigir uma conduta distinta no que se refere à liberação dos recursos federais

Tirem as mãos da previdência!

“O presidente precisa assumir o comando e deixar bem claro para todo mundo entender o recado: ‘Não mexam com a previdência!'”

Lula, abandone a austeridade

Na verdade, não há nada de problemático nem escandaloso em um governo apresentar contas públicas deficitárias. Aliás, esta é a realidade atual da absoluta maioria dos países desenvolvidos.

A chantagem do financismo

Essa sucessão de concessões do governo aos interesses do financismo não atende a nenhum propósito de um governo que se pretenda progressista e desenvolvimentista

Haddad insiste no austericídio

“A atual conduta do responsável pela liberação de recursos lembra muito o seu comportamento quando ocupava o cargo de Prefeito de São Paulo”

Saúde e educação sob ataque!

A austeridade e seus impactos: entre o controle fiscal e a ameaça aos direitos sociais

Limitar o poder das big techs!

Regulamentação e soberania: o desafio global frente ao poder das big techs na era da informação

O Copom e a redução lenta da selic

Além de provocar um encarecimento do custo do dinheiro e inviabilizar uma retomada mais efetiva das atividades econômicas de forma mais geral, a SELIC nas alturas provoca um aumento das despesas governamentais

A Petrobrás e a sanha do financismo

Desde o primeiro dia do terceiro mandato do Presidente Lula até os dias de hoje, as ações da Petrobrás na Bolsa passaram por uma valorização superior a 100%

De quem é a Petrobras?

O complexo processo de indicações de membros dos Conselhos da empresa e de sua diretoria permite reforçar a indagação do título do artigo. Afinal, a cada instante e a cada nova conjuntura parece que a empresa obedece a interesses distintos

1 2 3 26