A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Luciano Siqueira

Médico, vice-prefeito do Recife, membro do Comitê Central do PCdoB
Em zigue-zague e sem rumo

“Não há perspectiva de alteração substantiva no desempenho do governo em face de pandemia. Mesmo que tenha, com palavras tímidas, falado em união com governadores e prefeitos, estes seguirão articulados entre si e exigindo do governo central as medidas e os recursos cabíveis.”

Todas as fichas na insensatez

“Alguém tem feito política (de péssima qualidade) com tema mais do que o próprio presidente? O diálogo conflituoso com o governado paulista João Doria durante uma teleconferência, por exemplo.”

Coronavírus político: 3 pontos

“E as políticas ultraliberais ora dominantes mundo afora, agravam a situação e ao mesmo tempo se desmoralizam em tempo imediato pela intervenção estatal em regra, a partir mesmo dos EUA e países capitalistas centrais.”

Recife, 483 anos

“Transcrevo aqui uma mini crônica acerca do lendário Rio Capibaribe, escrita há algum tempo, num instante de alumbramento, como diria o poeta Bandeira.”

Uns saíram sob ruidoso silêncio, muitos são recebidos com festa

Neste mês de março, precisamente dia 25, o PCdoB completa 98 anos de existência ininterrupta. Um fato extraordinário num país em que partidos políticos sempre foram conjunturais, de vida curta e consistência teórico-programática apenas relativa.

Há males que vêm para o bem

“O fato é que o teor do movimento pautado para o dia 15 já não deixa mais dúvidas de que é preciso resistir para além de projetos partidários de curto prazo.”

Qual será a dele no carnaval?

“Aliás, nos dias recentes, como subproduto das baboseiras do presidente, vem subindo a pressão oposicionista para muito além dos segmentos à esquerda. Em vários ringues o capitão tem sido desafiado.”

Entre a bravata e a realidade

“A realidade é muito complexa para que se contenha a expressão do pensamento em regras rígidas ou gabaritos de pretenso bom senso.”

Líderes devem enxergar para além da própria sombra

“Em toda sociedade, momentos críticos produzem grandes líderes e também diminuem a biografia de outros.”

Tudo muda. Até o Galo da Madrugada

Por que a permanência dos mesmos métodos e formas de campanha eleitoral?

Conversar faz bem

Aprendo muito com pessoas simples que atendo em meu gabinete e com os que me abordam na rua. Basta ouvir com atenção, mesmo que a gente discorde de quem está nos falando.

Redes sociais para quê?

Tudo bem que as redes sociais não são nem serão jamais o paraíso democrático que muitos acreditavam viessem a ser. Mas servem como bom meio de comunicação entre as pessoas, apesar de todas as imposições restritivas via algoritmos.

1 2 3 63

Colunistas

Altamiro Borges
As Cartas do Pai por Ivan Cosenza
Abigail Pereira
Luciano Siqueira
Wadson Ribeiro
Christian Lindberg
Alexandre Lucas
José Reinaldo Carvalho
Jandira Feghali
Paulo Kliass