A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: candomblé

Morre a ialorixá Mãe Stella de Oxóssi, aos 93 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (27), a ialorixá Maria Stella de Azevedo Santos, de 93 anos, mais conhecida como mãe Stella de Oxóssi. A ialorixá, uma das mais conhecidas no estado, estava internada desde o último dia 14 deste mês, no Hospital Incar, localizado no município de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, por causa de uma infecção. Para a deputada eleita Olívia Santana, a "Bahia perdeu uma figura de muita sabedoria".

Advertência de Mãe Stella aos negros vale para todos os brasileiros

A grandiosa e patriótica campanha contra a ameaça fascista que ronda as eleições de 2018 ganhou um novo ingrediente, o dramático, comovente e poético chamado e desabafo de uma das maiores autoridades religiosas do Brasil, a mais conhecida Yalorixá contemporânea da Bahia, Mãe Stella de Oxóssi.

Por Haroldo Lima*

Gustavo Petta celebra o Dia de Combate à Intolerância Religiosa

“Este é um dia para refletir sobre o respeito ao próximo – premissa de todas as religiões – e assim combater os crimes de ódio que estão se tornando comuns no País”, afirma o vereador Gustavo Petta (PCdoB).

Yalorixá Mãe Gilda é homenageada com busto em Salvador

O Terreiro Asé Abassá de Ogum, da Bahia, a Fundação Gregório de Mattos (FGM) e a Fundação Cultural Palmares (FCP/MinC) realizarão nesta sexta-feira (28/11) a solenidade de inauguração do busto em homenagem a Mãe Gilda de Ogum, símbolo do combate à intolerância religiosa no Brasil.

Terreiros no Recôncavo são reconhecidos como patrimônio imaterial

Dez terreiros de candomblé localizados em Cachoeira e São Félix, no Recôncavo da Bahia, foram reconhecidos pelo Conselho Estadual de Cultura como patrimônio imaterial e devem ser tombados pelo Governo do Estado. Foi a Câmara de Patrimônio que analisou os pedidos, feitos ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac). O Conselho decidiu por unanimidade a necessidade do tombamento, que é o que vai garantir a preservação física dos espaços. 

Deputados criam Frente em defesa da Umbanda e do Candomblé

Será oficializada nesta terça-feira (27) a Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Tradicionais de Terreiro. A intenção é institucionalizar a defesa das religiões de matriz africana. A frente parlamentar surge no momento em que essa comunidade trava uma batalha pelo reconhecimento de sua liberdade religiosa e o respeito a seus lugares de culto e sacerdotes.

Olívia comenta a decisão de juiz sobre religiões afro-brasileiras

A secretária nacional de Combate ao Racismo do PCdoB, Olívia Santana, que também preside o Partido em Salvador, comentou a sentença do juiz federal Eugenio Rosa de Araújo, da 17ª Vara Federal do Rio, que não considerou o Candomblé e a Umbanda como religiões. Para Olívia Santana, a atitude do magistrado está impregnada pelo racismo.

BA: Livro homenageia a vida de Ebomi Cidália

Uma homenagem à Ebomi Cidália, sacerdotisa do Ilê Iyá Omi Axé Iyamassê, o Terreiro do Gantois, foi realizada na última sexta-feira (11/04), em Salvador, com o lançamento do livro “Ebomi Cidália: a enciclopédia do candomblé – 80 anos”. A obra é assinada pela jornalista Cleidiana Ramos, em parceria com o historiador e religioso do candomblé, Jaime Sodré. O evento aconteceu no Ilê Axé Iyá Nassô Oká, Terreiro Casa Branca.

Terreiro Oxumarê recebe placa comemorativa de patrimônio nacional

Nesta quarta-feira (15/01), o terreiro Ylê Axé Oxumarê, localizado no bairro da Federação, em Salvador, um dos mais antigos centros de culto afro-brasileiro do Brasil, ganhou uma placa comemorativa do reconhecimento do espaço como patrimônio do Brasil. O terreiro foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em novembro de 2013. A placa foi entregue pela ministra do Turismo, Marta Suplicy, e pela presidenta do Iphan, Jurema Machado.

Mãe Stella lança livro na Academia de Letras da Bahia

Nesta quarta-feira (18/12), a ialorixá e ocupante da cadeira 33 da Academia de Letras da Bahia, Mãe Stella de Oxóssi, lança o livro Ofún, uma das publicações que irá integrar a Coleção Odu Adajó: Coleção de Destinos. O evento acontece às 18h, na sede da Academia, localizada no Palacete Góes Calmon, Avenida Joana Angélica, centro de Salvador.

Babalorixá baiano é recebido com honrarias na Nigéria

O babalorixá Sivanilton Encarnação da Mata, mais conhecido como Babá Pecê, do terreiro Ilê Oxumarê Araká Axé Ogodô, em Salvador, foi agraciado com uma medalha das mãos da princesa africana de Osogbó, na Nigéria, Ìyá Adedoyin Talabi Faniyi. A honraria é um agradecimento aos serviços prestados à comunidade africana no Brasil e à preservação da cultura yorubá.

Encontro de Jovens do Candomblé na Bahia discute preconceito

O Coletivo de Entidades Negras (CEN) e a Associação/Terreiro Obatalandê promovem, nos próximos dias 8 (sábado) e 9 (domingo), o Encontro de Jovens de Candomblé da Região Metropolitana de Salvador (RMS). O evento foi batizado de Orooni e será sediado no município de Lauro de Freitas (Grande Salvador).

1 2