A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Ditadura de Pinochet

Juiz acusa 79 ex-agentes de Pinochet por morte de comunistas 

Um juiz chileno acusou nesta terça-feira (22) 79 ex-agentes da Direção de Inteligência Nacional (Dina), polícia secreta da ditadura de Augusto Pinochet, pelo desaparecimento e morte de oito militantes do Partido Comunista entre 1976 e 1977, informou o Poder Judiciário. Entre os indiciados está o ex-diretor da instituição, Manuel Contreras, que cumpre pena de centenas de anos por outros crimes contra a humanidade.

Chile: Ex-agentes da ditadura negociariam informação por regalias

A oferta de ex-agentes da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990) de prestarem informação sobre o paradeiro de cadáveres, em troca de benefícios na prisão, gerou a rejeição de diversas setores da sociedade no Chile. 

Piñera ordena fechamento de prisão de luxo e militar se suicida

A decisão do presidente do Chile, Sebastián Piñera, de fechar a luxuosa prisão Cordilhera, exclusiva para ex-agentes da ditadura militar condenados por violações dos direitos humanos, tem gerado polêmica no país. Dez militares cumpriam pena no local. As críticas ao presidente, que partem de movimentos pró-Pinochet, ganharam força após o militar Odlanier Mena ter se suicidado, no sábado (28), ao saber que seria transferido, como todos, para o Centro Penitenciário Punta Peuco.

Mapuches exigem que o governo chileno lhes peça perdão

Comunidades mapuche insistiram que o Governo do Chile peça perdão pela violência contra esse povo originário, nos momentos em que setores da sociedade pedem desculpas por sua atuação durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Chile investiga cumplicidade da mídia com ditadura de Pinochet 

O dono do império midiático chileno Mercurio Media Center, Agustín Edwards, prestou depoimento perante um juiz em processo contra todos os autores do golpe de Estado de 1973. 

Chile: Ata secreta revela vínculos entre Corte Suprema e ditadura

Quase 40 anos depois, informações sobre encontro entre integrantes da Corte Suprema e membros da junta militar, recolhidos na ata secreta 165ª, revelam proximidade e conivência que se gestou entre o Poder Judiciário e o Governo Militar após petição por maiores subsídios e aposentadorias para os juízes.

Morte do poeta Pablo Neruda segue sendo uma incógnita

Quarenta anos depois, a morte do poeta e Prêmio Nobel de Literatura chileno, Pablo Neruda, continua sendo um mistério. Conhecido por suas poesias de amor e sua militância no Partido Comunista, Neruda morreu no dia 23 de setembro de 1973 – duas semanas depois do golpe militar que derrubou o governo socialista de Salvador Allende. 

Fiorentini: Allende vive em cada luta por liberdade e democracia

A eleição de Salvador Allende nos anos 70 representou um marco histórico no cenário político, ideológico e porque não dizer teórico da luta transformadora e revolucionária do século 20. Hoje, 40 anos depois a memória de Allende segue viva nas lutas dos estudantes chilenos e latino-americanos por democracia, liberdade e educação pública e de qualidade.

Por Mateus Fiorentini*, no blog Buenas Che

"Elo entre ditaduras deve ser investigado", diz Maria do Rosário

A ministra da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Maria do Rosário, disse neste domingo (15) que a informação de que o Brasil teria colaborado com o ex-ditador chileno Augusto Pinochet para a criação de armas biológicas que seriam utilizadas para eliminar opositores ao regime é mais uma prova da conexão entre as duas ditaduras.

Roberto Pizarro: Allende, democrata e revolucionário

No dia 11 de setembro de 1973, se fechou um ciclo de longas décadas de luta e auge do movimento popular no Chile. A classe operária, os camponeses, os intelectuais e as pessoas humildes do Chile foram derrotados. Os erros próprios e a resistência dos dominadores, nacionais e estrangeiros, impediram que se materializassem os desejos de Allende: que o poder econômico e político se distribuísse mais equitativamente em nossa sociedade.

Roberto Pizarro*, na Carta Maior

Corvalán: "Socialismo com democracia no Chile seria contagioso"

Luís Corvalán, principal dirigente do Partido Comunista do Chile por mais de trinta anos, foi o segundo homem do governo Allende. Nesta entrevista inédita, realizada há vinte anos, ele analisa os momentos cruciais da Unidade Popular, do golpe e fala do projeto de sociedade que tinham em mente. “Queremos um socialismo com democracia e liberdade, com sabor de vinho tinto e cheiro de empanada”, como dizia Allende.

Por Gilberto Maringoni, na Carta Maior

O amor no Estádio Nacional do Chile

Eles sempre se lembrariam da dor, dos flagelos e das ameaças a cada hora do dia, dos homens taciturnos que percorriam os corredores escuros à cata do próximo escolhido para virar estatística. Sempre se lembrariam, com pudor, da urina nas calças quando foram pegos pela patrulha de carabineiros, sem saber o que seria da vida e da morte dali em diante.

Por Maurício Brum, no site impedimento.com

1 3 4 5 6 7 10