A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Ditadura militar

Parlamentares repudiam fala de Eduardo Bolsonaro a favor do AI-5

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) não se cansa de ameaçar a democracia. O novo episódio foi divulgado nesta quinta-feira (31), em uma entrevista concedida à jornalista Leda Nagle, em seu canal no Youtube. Em quase uma hora de entrevista, Bolsonaro volta a defender uma ditadura no país e “um novo AI-5”, caso a esquerda “radicalize”.

Por Christiane Peres, do PCdoB na Câmara

Justiça aceita denúncia contra delegado do Dops que incinerou corpos

A Justiça Federal recebeu denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-delegado Cláudio Antônio Guerra, do Dops, por ocultação e destruição de 12 cadáveres durante a ditadura. Hoje com 79 anos, Guerra, que agora se torna réu, admitiu em depoimento ter incinerado corpos de militantes políticos, entre 1974 e 1975, em fornos da Usina Cambahyba, em Campos, na região do Norte Fluminense.

MPF denuncia manobra na Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos 

O Ministério Público Federal entrou com uma ação contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro que determinou a substituição de quatro dos sete integrantes da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP). O pedido – que solicita a anulação do decreto – tramita na 3ª Vara da Justiça Federal de Porto Alegre e visa recuperar as funções da Comissão (criada para investigar os desaparecimentos e mortes durante a ditadura militar no Brasil).

Ditadura interferiu na vida de Renildo Calheiros, revelam documentos

O deputado federal Renildo Calheiros (PCdoB-PE) é um dos ex-estudantes da UFPE que foram acompanhados pelo Serviço Nacional de Informações (SNI). Isso não é novidade, mas documentos da UFPE divulgados recentemente mostram detalhes de como os militares interferiram na vida acadêmica da instituição de ensino.

40 anos: o Brasil ainda paga por ter anistiado os crimes da ditadura  

Sob sinais de esgotamento da ditadura militar, em 29 de agosto de 1974, o presidente militar Ernesto Geisel anunciou, em uma entrevista coletiva, a linha que seguiria seu governo: “a distensão lenta, segura e gradual do regime”. Cinco anos depois, já no governo de seu sucessor, João Baptista Figueiredo, a lei da Anistia foi a ação mais emblemática deste processo que culminou com o fim da ditadura em 1985.

Por Carolina Maria Ruy*

Documentos revelam como ditadura perseguiu inocentes como Santa Cruz 

Depois da polêmica com acusações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) contra o desaparecido político Fernando Santa Cruz, pai do atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, documentos históricos mostram que o próprio Estado já inocentou Santa Cruz. Os documentos foram pesquisados pelo jornalista Eumano Silva e divulgados nesta segunda-feira (19) pelo portal Metrópoles.

Fernando Santa Cruz é homenageado no 13A: Herói dos estudantes

O desaparecido político, estudante e militante do movimento estudantil brasileiro, símbolo da resistência contra a ditadura militar, Fernando Santa Cruz, é homenageado nos protestos que acontecem em todo país nesta terça-feira (13). O nome do herói está estampado em camisetas, faixas, cartazes e palavras de ordem dos manifestantes convocados pela União Nacional dos Estudantes (UNE).

A memória e a verdade são direitos de todos brasileiros

É preciso quebrar a bolha social da desinformação.

Eduardo Reina

Comissão de Mortos e Desaparecidos tem defensor de torturas e tiros

Novo integrante exalta Ustra e defende tiro para revidar cusparada.

Documentos oficiais comprovam: Bolsonaro mente sobre morte na ditadura

Ao apresentar sem provas a versão de que o servidor público Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira foi morto por militantes de esquerda, o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) escreveu mais um capítulo na longa lista das versões vagas e enganosas entregues por servidores da União à família Santa Cruz. Bolsonaro só inovou em um ponto: segundo os familiares, foi a primeira vez, em 45 anos de buscas, que ouviram falar num suposto “justiçamento” pela esquerda.

Livro revela como bebês foram sequestrados pela ditadura

O jornalista Eduardo Reina, autor do livro Cativeiro sem fim, que denuncia o sequestro de bebês pela ditadura militar, foi recebido por dirigentes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e da Fundação Maurício Grabois, nesta sexta-feira (26). 

Por Osvaldo Bertolino 

 

Há 50 anos, ditadura criava a Oban e envolvia empresários à tortura 

Em 29 de junho de 1969, há exatamente 50 anos, o regime militar (1964-1985) nascia a Operação Bandeirante (Oban), o maior centro de tortura e assassinatos do regime. O evento de lançamento da Oban, liderado pelo comandante do 2° Exército, general José Canavarro Pereira, contou com a presença do governador de São Paulo, Abreu Sodré, e dos comandantes locais da Marinha e da Aeronáutica. Mas foram os empresários que sujaram as mãos de sangue ao se envolverem diretamente com a operação.

1 3 4 5 6 7 162