A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Golpe

Nayib Bukele, um ditador millenial em El Salvador

Desde que Bukele chegou à presidência de El Salvador, em junho de 2019, tem sido surpreendente a sua forma particular de lidar com o campo midiático, desde o uso, com inteligência, das redes sociais, aproveitando sua popularidade e o desgaste do resto dos partidos políticos, até o apelo ridículo a uma permanente vitimização política.

E se Guaidó, o golpista da Venezuela, vivesse na “democracia” dos EUA?

O protegido de Washington promoveu protestos violentos de seus seguidores, pediu a intervenção estrangeira contra sua pátria e tentou estabelecer um governo paralelo para derrubar o governo constitucional da Venezuela. O que aconteceria se Juan Guaidó vivesse sob a “democracia” dos Estados Unidos e tivesse suas ações julgadas conforme a legislação norte-americana?

Por Elson Concepción Pérez

Com Temer e Bolsonaro, indústria de transformação regride 15 anos

Em 2016, às vésperas do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, um dos principais empresários do País declarou que, “encerrado esse capítulo e iniciado o novo ciclo, o Brasil vai ‘bombar’ de novo”. Para o arrogante presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, a mera saída do PT do governo já atrairia investimentos da iniciativa privada: “Seria instantâneo”, disse ele à BBC. Nada disso, porém, ocorreu: os investimentos não voltaram, a economia estagnou e a indústria nacional não para de regredir.

Quatro documentários para entender o golpe de 2016 

Produzido pela Netflix, Democracia em Vertigem teve sua estreia internacional em 19 de junho. Aguardado pelo público, foi apontado pelo site Indiewire como um dos favoritos para o Oscar de melhor documentário em 2020. O filme da cineasta Petra Costa integra a série de produções voltadas à turbulenta política nacional de anos recentes. São documentários que registram, condensam e expandem o antes, o durante e o depois do golpe que retirou Dilma Rousseff (PT) da Presidência em 2016.

"Democracia em Vertigem": crônica da traição cívica e abuso de poder

Narrado pela própria diretora, Democracia em Vertigem aborda o cenário político recente do Brasil pela perspectiva da cineasta, retratando o processo do golpe do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a prisão covarde do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ascensão da extrema direita no país com o governo de Jair Bolsonaro.

Venezuela frustra golpe dos EUA para assassinar Maduro 

O governo venezuelano assegurou nesta quarta-feira (26) ter desbaratado um plano de golpe de Estado, que incluía o assassinato do presidente Nicolás Maduro e a proclamação de um general da reserva como chefe de Estado. “Estivemos em todas as reuniões para planejar o golpe de Estado, estivemos em todas as conferências”, disse o ministro da Comunicação, Jorge Rodríguez.

Maia corrige Bolsonaro sobre declaração de guerra na Venezuela

Diante da nova investida golpista na Venezuela, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), se apressou em defender uma intervenção no país vizinho e atropelou o texto constitucional. 

Três anos depois da admissibilidade do impeachment, o que mudou?

No dia 17 de abril de 2016, um domingo, a Câmara dos Deputados, de maneira espalhafatosa, admitia o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Foram 367 votos favoráveis e 137 contra.

Por Marcos Aurélio Ruy*

Luciana Santos afirma que Brasil vive momento de “farsa e tragédia

A presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos se encontra em Cuba onde cumpre importante agenda. Ao participar de um debate com estudantes da Universidade de Havana, a dirigente nacional do PCdoB denunciou a prisão política do ex-presidente Lula. Para ela as elites do Brasil não aceitam que o povo brasileiro e o país obtenham conquistas e por isso golpeou a democracia com o impeachment fraudulento da presidenta Dilma. 

Vélez defende o golpe de 64 e agrava crise no Ministério da Educação

Ao prometer visão positiva da ditadura em livros didáticos, ministro da Educação irrita até militares, vê pressão contra sua permanência no cargo aumentar e tem mais dois indicados por ele exonerados.

Márcio Jerry defende direitos de anistiados em audiência da Câmara

Em evento na Câmara, Jerry reforçou a defesa pela democracia e ressaltou sua prontidão em atuar em prol das famílias das vítimas e anistiados dos 21 anos de ditadura instituídos no Brasil

Atos relembram atrocidades da ditadura e homenageiam vítimas

Na próxima segunda-feira, 1º de abril, o golpe de 1964, que instalou por mais de duas décadas uma ditadura civil-militar no Brasil completa 55 anos. Para marcar a data, entidades da sociedade civil organizam, em várias cidades do país, uma série de eventos que relembram as atrocidades cometidas naquele período.

1 2 3 10