A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: suicídio

Qual o impacto da covid-19 sobre a saúde mental até agora?

Como parte do setembro amarelo, campanha internacional de prevenção ao suicídio, professor da Unesp descreve os reflexos da pandemia sobre problemas como ansiedade e depressão

Estudo revela novo panorama epidemiológico do suicídio

Victor Alexandre Percinio Gianvecchio comenta a construção de um banco de dados que possibilita a implementação de políticas públicas de prevenção. Subnotificação e falta de detalhes dificulta compreensão da epidemia.

Japão cria Ministério da Solidão contra taxas de suicídio na pandemia

O novo Ministério entende a solidão como um dos fatores de risco para desenvolvimento de transtornos mentais e para o suicídio no contexto pandêmico

Significado e âmbito da lei que regulamentará a eutanásia na Espanha

A proposta de Lei está na vanguarda da regulamentação da eutanásia na União Europeia, a par de países como a Holanda e a Bélgica, que a adotaram há quase vinte anos, estabelecendo um modelo de respeito pela liberdade de decisão da pessoa sobre a sua própria morte e também de submeter a legislação civil a critérios puramente civis.

Suicídio: dialogar para prevenir

Além de encontrar momento e local apropriados para falar sobre o assunto com o potencial suicida, é recomendado ouvi-lo e oferecer apoio.

Márcio Jerry: “Humilharam o reitor, o levaram à depressão e à morte”

Depurado relembra suicídio do reitor Carlos Cancellier (foto), para quem a prisão foi ultraje e sentença de morte

Bruno Chapadeiro: Austeridade, desemprego e suicídios

A História mostra que, com medidas de austeridade e crescentes taxas de desemprego estrutural, a miséria e a desigualdade social tendem a se agravar. Isso resulta, dentre outras mazelas, na elevação das taxas de suicídios. Seria um recurso sistêmico e (in)consequente de uma política higienista de “eliminação dos indesejáveis” – a redução dos extratos saturados do exército industrial de reserva e/ou do lumpemproletariado? Seria o suicídio “não um ato livre, mas ideológico”?

Por Bruno Chapadeiro*

A cada 40 segundos, há um suicídio no mundo

No Brasil, há um suicídio a cada 45 minutos. Os dados mundiais indicam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos. No total, chega-se a 1 milhão de suicídios no mundo. Provocar o fim da própria vida está entre as principais causas das mortes entre jovens, de 15 a 29 anos, e também de crianças e adolescentes.

Por que é importante debater um tema tão penoso como o suicídio?

Suicídio permanece como um tabu na maioria das sociedades no mundo, mas vem crescendo assustadoramente entre a juventude. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos, com cerca de 800 mil suicidas anuais no planeta.

Por Marcos Aurélio Ruy

Saúde do Bancário: Sindicato apoia campanha “Setembro Amarelo”

O suicídio é um problema de saúde pública que vive atualmente uma situação de tabu, assunto do qual se evita falar. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Por medo ou desconhecimento, as pessoas não vêem os sinais de que alguém próximo está com ideias suicidas. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda com quem está à sua volta.

Um atlas de nossa agricultura envenenada

Os mapas produzidos por Larissa Mies Bombardi são chocantes. Quando você acha que já chegou ao fundo do poço, a professora de Geografia Agrária da USP passa para o mapa seguinte. E, acredite, o que era ruim fica pior. Mortes por intoxicação, mortes por suicídio, outras intoxicações causadas pelos agrotóxicos no Brasil. A pesquisadora reuniu os dados sobre os venenos agrícolas em uma sequência cartográfica que dá dimensão complexa a um problema pouco debatido no país.

Graham Peebles: Suicídios, epidemia global

Recentemente um amigo me chamou para um café. “Tenho más notícias”, disse em sua mensagem. Um conhecido comum, com cerca de 50 anos, havia tirado a própria vida no dia anterior. Jack tinha se enforcado na árvore de um parque público na periferia de Londres; foi a quarta tentativa. Ele tinha quatro filhos. Foi o segundo amigo de meia idade a cometer suicídio em seis meses.

Por Graham Peebles

1 2