Como antecipar o uso do auxílio emergencial

Segundo BC, estratégia de gerar boleto no próprio nome é legal. Pelas regras do programa, já é possível pagar contas, mas saques só serão liberados a partir de 25 de julho, podendo demorar até três meses.

Caixa Tem: saques e transferências de contas digitais só poderão ser feitas a partir de 25 de julho. Mas pagamento de boletos está liberado

Quando o auxílio e o FGTS emergenciais são creditados pela Caixa Econômica Federal, os recursos podem ser usados imediatamente para o pagamento de contas via boletos e compras com QR Code ou cartão de crédito digital. Ou seja, disponibiliza o valor, mas não considera tão emergencial a necessidade do beneficiário.

Os saques em dinheiro chegam a demorar até três meses para serem liberados. Para garantir alimentação, por exemplo, é preciso pensar em estratégias que garantam o acesso ao recurso, como a compra pela internet com boleto bancário. O sistema só garante o gasto do recurso para empresas prestadoras de serviço, como água, luz, telefone, e, eventualmente, aluguel e condomínio. Serviços que podem ser pagos com boleto bancário.

Mas uma estratégia adotada por brasileiros, a fim de possibilitar o uso do dinheiro no curto prazo, tem sido transferi-lo para outras contas, com menos limitações, via geração de boleto de pagamento no próprio nome. NuBank, PagSeguro e Mercado Pago são algumas das instituições financeiras que oferecem o serviço, considerado legal pelo Banco Central (BC), conforme apurado pelo jornal O Globo.

Segundo o Banco Central, fazer um boleto em seu próprio nome para se favorecer na transferência de uma quantia entre duas contas não incorre em irregularidade. Para isso, o boleto precisaria ser emitido em nome do titular da conta e só poderia ser pago em benefício dele. Procurados por O Globo, Nubank, Mercado Pago e PagSeguro confirmaram a funcionalidade.

Outro risco de manter o dinheiro visível na conta, sem poder sacá-lo, é a vulnerabilidade a golpes. Manter o valor preso, rendendo dividendos para a Caixa Econômica por até três meses, tem facilitado a aplicação de golpes. Beneficiários relatam ter visto o valor depositado, mas quando foram utilizar, conforme ficou disponível, ele já havia sido sacado por boleto bancário por golpistas.

Como funciona

PicPay

Para transferir o dinheiro do Auxílio Emergencial para o aplicativo de pagamentos PicPay é preciso gerar o cartão de débito virtual da bandeira Elo pelo aplicativo Caixa Tem.

  1. Com o cartão de débito virtual (Elo) da Caixa Tem, acesse o PicPay e toque na guia “Carteira”;
  2. Toque no botão “Adicionar”;
  3. Escolha a opção “Cartão de débito virtual da Caixa”;
  4. Selecione a opção “Já tenho o cartão virtual”;
  5. Digite os dados do cartão para cadastrá-lo no PicPay;
  6. Depois, escolha o valor que deseja transferir do Caixa Tem ao PicPay e confirme a operação.

A transferência do dinheiro que estava no Caixa Tem para o PicPay pode demorar um pouco, mas uma vez que o dinheiro esteja na carteira virtural, é possível ir até um caixa eletrônico da rede Banco24Horas para sacá-lo, seguindo o calendário de saque, fazer a transferência para outro banco ou até mesmo pagar boletos pelo aplicativo.

Mercado Pago

O Mercado Pago também aceita a transferência dos R$ 600 usando o cartão de débito virtual do Caixa Tem e permite sacar o valor em terminais do Banco24Horas. Não custa nada abrir e manter uma conta. Dá pra gerar boleto no aplicativo Mercado Pago e pagá-lo no aplicativo Caixa Tem.

  1. Após gerar o cartão de débito virtual, toque em “Adicionar dinheiro”;
  2. Selecione a opção “Cartão Virtual Caixa”;
  3. Toque em “Continuar”;
  4. Digite o valor que deseja transferir da Caixa Tem para a carteira do Mercado Pago;
  5. Toque em “Cartão de débito virtual da Caixa”;
  6. Digite as informações do cartão gerado e toque em “Continuar”.

Nubank ou outro banco digital

Os bancos digitais, como Nubank, C6 Bank, Banco Inter, entre outros, aceitam o depósito na conta por meio de boleto bancário, ou seja, dá para gerar um boleto no aplicativo, pagá-lo e assim ter o dinheiro na conta em até três dias úteis.

A conta nestes bancos não tem taxa de manutenção; não cobra nada para geração e pagamento de boletos. Depois de três dias, o dinheiro pode ser sacado ou transferido para contas de outros bancos gratuitamente.

Veja como gerar um boleto de depósito no Nubank:

  1. Na página inicial do Nubank, clique em “Depositar”;
  2. Selecione a opção “Gerar um boleto de depósito”;
  3. Digite o valor do boleto, o quanto será transferido para o Nubank e toque em “Confirmar”;
  4. Copie o código de barras e use o Caixa Tem para fazer o pagamento.

PagBank (Bônus de R$ 20)

O PagBank é uma conta digital do PagSeguro que funciona como o Nubank. A novidade é que os novos clientes que transferirem o dinheiro do Auxílio Emergencial do Caixa Tem para o PagBank receberão R$ 20 de bônus na conta.

Para ter uma conta Pagbank é preciso baixar o aplicativo, clicar no botão “Adicionar dinheiro”, selecionar a opção boleto e digitar o valor que será transferido para a conta PagBank. Após três dias úteis, é possível enviar o dinheiro para contas de outros bancos gratuitamente.

O método é o mesmo que no Nubank, gerar um boleto de depósito e fazer o pagamento pelo aplicativo do Caixa Tem:

  1. Acesse o app PagBank e toque na opção “Adicionar Dinheiro”;
  2. Selecione a opção “Boleto bancário”;
  3. Escolha o valor que deseja transferir do Caixa Tem para a conta do PagBank;
  4. Toque em “Continuar” e copie a sequência numérica do código de barras;
  5. Em seguida, acesse o app do Caixa Tem e faça o pagamento.

O valor deve demorar dois dias úteis para ser efetivado. Depois que cair na conta do PagBank, poderá ser usado para pagamentos, transferências entre outros bancos e até saque na rede Banco24Horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *