A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Cultura

No Dia do Professor, filme defende importância de ensinar filosofia

Média metragem aborda a tentativa de desmonte da disciplina após a reforma do ensino médio do governo Michel Temer.

Filme “Abraço” estreia dia 15 e retrata luta dos professores

O filme “Abraço — A única saída é lutar” é um retrato da resistência popular e da luta do movimento sindical e estudantil contra a desvalorização da educação e dos professores.

Artistas se unem para defender o Pantanal

Os artistas fazem a defesa da região, contra as queimadas e a invasão de terras indígenas e a necessidade de barrar a ofensiva do capital contra a natureza no país.

Documentário sobre a Cracolândia traz histórias de moradores

“É um documento audiovisual, urgente para os tempos de agora. ‘Corpo de Rua’ traz a voz da realidade que permeia o território da Cracolândia, de onde tanto se fala, mas pouco se quer ver” afirma Pedro Santi, diretor do filme.

A presença

Che Guevara desaponta os submissos ao império, que apesar de tantas tentativas não conseguem adocicar seu nome nem convertê-lo em uma simples metáfora da rebeldia júnior que a idade cura, em um souvenir lavado de implicações comunistas.

Estudantes produzem dicionário biográfico Excluídos da História

O dicionário biográfico Excluídos da História foi feito pelos estudantes que participaram da quinta fase da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), iniciativa criada em 2009 pela Unicamp

Janis Joplin tem biografia lançada nos 50 anos de sua morte

O livro destaca a figura complexa da cantora, nome fundamental do rock que pautou a curta trajetória por transgressões, quebras de paradigmas e frustrações amorosas e familiares.

Quino, aquele que desenhou todos nós

Dentro e fora da “Mafalda”, Joaquín Salvador Lavado representou, representa, continuará a representar o estado das coisas no mundo: por vezes de forma dolorosa, mas sempre com uma humanidade profunda.

Quino e sua semeadura, por Atílio Boron

Quino foi um semeador incansável de ideias “incorretas”, isto é, rebelde; não satisfeito com isso, ele também era um teimoso cultor das utopias

Quino se foi, mas nos deixou Mafalda – mais atual e necessária que nunca

Pode até ser clichê citar Che Guevara para falar sobre a partida do Quino, o cartunista argentino que morreu na última quarta-feira (30), mas o fato é o que pai da Mafalda foi incisivo em sua crítica social sem jamais perder a ternura. A pequena prodígio, do alto de seus eternos seis anos, expressou as angústias dos que são capazes de se indignar com as injustiças do mundo e hoje, passado meio século de seu nascimento, está mais atual que nunca – infelizmente.

1 2 3 4 592