A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Cultura

A Cultura sob a sombra da censura, do bolsonarismo e da evangelização

A extinção do MinC, no início deste ano, já dava sinais de uma revisão histórica das política culturais sob o governo Bolsonaro

Carlos Décimo ilustra a nova edição da revista Tensões Mundiais

Autodidata e intuitivo, o artista cearense recebe grande influência do Cerrado, onde reside há mais de 25 anos.

Em greve, bailarinas francesas protestam dançando “O Lago do Cisnes”

O corpo de dança, a orquestra e técnicos da Ópera de Paris resolveram protestar oferecendo um espetáculo, em plena rua.Eles estão em greve há 15 dias contra o projeto de reforma da Previdência do governo francês.

Sonho

.

“Apocalypse Now”, um clássico do cinema que chega aos 40 anos

Há exatos 40 anos estreou no Brasil Apocalipse Now, o mais ousado e conturbado filme dirigido por Francis Ford Coppola.

Os ‘ratos e urubus’ de Joãosinho Trinta voltam a assombrar em 2020

O histórico desfile da Beija-Flor de exatas três décadas trazia mazelas que há pouco tempo começávamos a superar. Àquela época, tínhamos esperança. E hoje?

Villa Lobos: a independência musical do Brasil

Não sem razão é lhe atribuída a “descoberta musical” do povo brasileiro.

Presépio de Banksy tem muro com perfuração de bala

Presépio é a mais nova atração do Walled Off Hotel, que Banksy abriu em 2017

A Revolução Cubana vista em O Irlandês

De passagem, filme de Martin Scorsese aborda estratégia da máfia, ao apoiar invasão na Baía dos Porcos. Para recuperar seus lucrativos cassinos e prostíbulos, criminosos e governo Kennedy armaram anticastristas. Mas o fracasso foi retumbante.

Coca-Colonização da cultura: Como o Natal se americanizou pelo mundo

A hegemonia sociocultural e econômica dos EUA exportou um Papai Noel de roupas vermelhas e uma garrafa de Coca-Cola em mãos como árbitro das celebrações natalinas

Brennand deixa de legado mundo de sonho moldado pelas próprias mãos

Das margens do Rio Capibaribe no Recife, a partir das ruínas da antiga fábrica de seu pai, Francisco Brennand deu forma a um mundo de sonho e perplexidade. Escultor, ceramista, pintor, desenhista e gravador, morreu nesta quinta, aos 92 anos, ainda em plena atividade. Suas mãos moldaram com barro e tinta uma mitologia própria, monumental, que ficará gravada no tempo.

Morre aos 92 anos Francisco Brennand, o “mestre dos sonhos”

Artista pernambucano era considerado um dos maiores expoentes das artes plásticas contemporâneas

1 2 3 4 5 6 577