A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: afeganistão

União Europeia, aparelho de guerra

O fracasso no Afeganistão e em outras das «guerras sem fim» deixaram sequelas na aliança, potenciadas pelas frequentes derivas estratégicas dos Estados Unidos.

Os discursos na ONU e os ataques a normas jurídicas

Apesar de mais moderado que o discurso do 7 de setembro, a fala nas Nações Unidas tem o mesmo objetivo, buscando criar ambiente para demonizar as saídas coletivas, negociadas, baseadas em normas jurídicas e na ciência. O mandatário brasileiro demonstra que, se puder, fará o caminho do retrocesso e da violação a conquistas civilizatórias.

O novo século americano?

Saída do Afeganistão sinaliza que a estratégia militar dos EUA se desvia da rota do Oriente Médio e da guerra ao terror, para o Sudeste Asiático e a contenção da China.

Duas décadas de Organização para Cooperação de Xangai

A OCX, herdeira do antigo grupo dos Cinco de Xangai criado em 1996 e tem expressivo peso político, econômico e demográfico. Seus países-membros respondem por mais de 70% do território eurasiático, quase metade da população mundial e mais de 30% do PIB mundial.

Unicamp pede em Brasília programa de refúgio para professoras afegãs

Docentes da Unicamp entregam em Brasília petição por programa de Refúgio Acadêmico a professoras do Afeganistão

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Completa-se o primeiro mês desde que o Talibã assumiu o controle do Afeganistão. Os acontecimentos nesse período, entre eles o anúncio do governo provisório, é o principal destaque da análise internacional de Ana Prestes. Outros temas analisados são: a disputa eleitoral na Alemanha que encerrará 16 anos do governo de Angela Merkel, as relações entre China e EUA, o golpe militar na Guiné-Conacri, as novidades nas investigações sobre a morte do presidente Jovenal Moise, do Haiti, a tentativa do governo peruano para convocar uma Assembleia Constituinte e a derrota do presidente Alberto Fernandez nas eleições primárias da Argentina.

Eletrobras e Petrobras são públicas e o seu papel é servir ao povo

O governo Bolsonaro, ungido pelos militares em suas escolas de formação, lamentavelmente, não está à altura dos desafios que se apresentam e adota a estratégia do diversionismo para distrair a atenção da população, enquanto a boiada passa. A sociedade civil organizada, o povo e as instituições precisam reagir.

Estados Unidos: o declínio econômico de um império

Economia dos EUA tem tido um desempenho abaixo da média mundial e esta tendência vem se agravando nas últimas décadas, devendo ser a marca dominante no século 21

Fahrenheit, de Michael Moore, investiga as causas dos atentados de 11/09

Michael Moore monta o lado B da história dos EUA.

Os primeiros 20 anos do século XXI – uma imagem possível

No início deste século, os vários patrocínios americanos a grupos rebeldes de outros países e a eclosão de guerras civis em que os EUA intervêm ativamente foram a grande marca do país «mais livre» do mundo.

Mulheres marcham em Cabul para exigir papel no governo do Talibã

As manifestantes dizem que o Talibã usou sprays de pimenta e gás lacrimogêneo para dispersá-las enquanto tentavam chegar ao palácio presidencial.

Afeganistão possui vasta riqueza mineral, mas desafios para explorá-la

Estudos sugerem que o Afeganistão poderia estar entre os cinco maiores países em reservas de cobre do mundo, um dos dez em ferro, mas com condições difíceis de extração.

1 2 3 34